Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    sábado, 21 de outubro de 2017

    Corpos de adolescentes mortos por colega em escola são velados

    João Pedro Calembo e João Vitor Gomes, ambos de 14 anos, foram atingidos por tiros no Colégio Goyases 

    © Pixabay
    Serão velados e sepultados na manhã sábado (21), em Goiânia, os corpos dos estudantes João Pedro Calembo e João Vitor Gomes, ambos de 14 anos. Os dois foram assassinados a tiros por um colega dentro da sala em que estudavam, no Colégio Goyases, na manhã desta sexta-feira (20). Outros quatro alunos estão feridos.

    Em depoimento, na tarde desta sexta-feira (20), o autor dos disparos, um adolescente de 14 anos, disse que foi motivado por bullying e que se inspirou nos casos da escola de Columbine (ocorrido em 1999, nos Estados Unidos), e de Realengo (em 2011, no Rio de Janeiro).

    O corpo de João Vitor, que era amigo do atirador, está sendo velado desde a madrugada deste sábado, no Cemitério Jardim das Palmeiras. O enterro será às 11h. O velório do adolescente João Pedro, que seria o principal alvo do colega, por supostamente praticar bullying contra ele, começou à 0h30 e seguirá até às 10h, quando está marcado o sepultamento.

    Ambas as cerimônias são marcadas pela emoção. O Colégio Goyases também é cenário de manifestações de pais, professores e vizinhos. No local, há flores, velas e cartazes em memória das vítimas e dos feridos. Uma vigília teve início na noite desta sexta-feira. 

    Os feridos são: Yago Marques, de 13 anos, atingido no tórax; Isadora de Morais de 14 anos, internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), com um tiro no tórax, em estado grave; Lara Fleury Borges está internada na enfermaria do Hospital dos Acidentados, em estado estável; Marcela Rocha Macedo, de 13 anos, foi atingida no tórax, e está internada na enfermaria.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS