Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    09/08/2017

    LÍNGUA PORTUGUESA - Professor Fernando Marques


    Texto final do livro "Como Ser Feliz, a partir de hoje"!
       
    Com a constância da gratulação e do perdão, desperta-se a Consciência, limpando-se o templo divino para o estabelecimento do sagrado “EU SOU” que elimina todos os elementos indesejáveis que se estabeleceram no DNA, ainda que, por motivos de consolidada predominância tenham profundas na Essência. O sagrado “EU SOU” que se manifesta e se irradia com a prática da generosidade espontânea, dissolve o Eu psicológico, redundando contentamento, satisfação e gratidão pelo que se pode doar, prosperidade, milagres, harmonia e a felicidade de cada momento, resplandecente no aqui e agora.

    6.1 Os bloqueios da felicidade

    O EGO que induz ao “mim mesmo”, às equivocadas “minhas paixões e emoções”, às minhas inocentes e “controladas” bebedeiras, aos “esporádicos” meus vícios, às “necessárias” minhas preocupações, à letargia da “provisória” zona de conforto, às “folias”, “festas” e orgia que resultam prazeres bestiais seguidos de depressão, de amargura, de sentimento de culpa e de sofrimento bloqueiam as perspectivas de felicidade.
     A felicidade que é procurada por meio do EGO jamais poderá ser encontrada, porque     o que ele mostrar são ilusões representadas por momentos prazerosos e de agradáveis sensações de euforia. Todavia, isso não é felicidade. Não se pode confundir o prazer com a felicidade.
    Os prazeres efêmeros estão vinculados ao EGO, enquanto a felicidade é permanente e vinculada ao EU SUPERIOR cujo despertar ocorre por intermédio da virtude do desapego, do altruísmo, da compaixão, do amor, da paz e da generosidade espontânea.
    O EU SUPERIOR não pode ser comprado, nem conseguido em clínicas, farmácias, cavernas, acadêmicas, bares, boates, retiros, religiões ou por meio de outra pessoa.
    A expressão ”Buscai, pois, em primeiro lugar, o Reino de Deus, e todas as demais coisas vos serão providenciadas” (Lucas 12:31 e Mateus 6:33) contém o fascinante segredo para o encontro o EU SUPERIOR; para a obtenção da verdadeira e inexaurível felicidade, além de indicar o caminho para muitas outras bênçãos que DEUS nos concede. A chave para a transposição do portal que dá acesso aos tesouros da vida é obtida pela gratidão e por suas demais virtudes que anulam o EGO e fazem com o homem conheça a si mesmo; não por meio das diversas crenças com seus ensinamentos morais cujos dogmas originam travas mentais geradoras de sentimento de culpa, de alienação espiritual, de repressão, aprisionamento, de veneração equivocada, de mesquinhez e de apego às restrições, de dedicação às deploráveis penitências, de limitações e carências.

    7 CONSIDERAÇÕES FINAIS

    Ser feliz a partir de agora, só depende da sua exclusiva permissão. Não se prive desta dádiva!
    Comece a sua limpeza a partir de hoje! Faça isso imediatamente e alcance a sua felicidade, libertando-se das desculpas e do adiantamento.
    Não espere pelo volumoso prêmio na loteria, nem pela conclusão do “Curso”, ou ainda por uma promoção profissional, pelo encontro com o amor da sua vida, ou mesmo pela salvação “pós-mortem”.
    Axiomaticamente, faça como o sol: deixe que a noite leve o seu EGO e resplandeça amanhecendo de forma irradiante, com a determinação de ser feliz durante toda a história da sua existência nesta térrea dimensão e na sua jornada rumo ao infinito!
    Por seu conhecimento prévio e pelo que você assimilou com a leitura deste livro, tendo em vista que a felicidade é um dom exclusivamente seu, receba-a diretamente de DEUS entendendo que essa especial aceitação não depende de nenhuma outra pessoa!
    Não se deixe influenciar pela afirmação de que a felicidade pode ser obtida pelo ascetismo, ou encontrada em determinada parte do planeta. Ela estará sempre onde você estiver e sempre a seu alcance! Essa é uma habilidade que lhe será outorgada pelo CRIADOR tão logo você coloque em prática a virtude da gratidão e da generosidade!
    Parabéns! Que DEUS multiplique os teus dias, avivando o espírito divino do teu interior, na efetivação da tua merecida felicidade!

    Continuação na próxima semana. 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS