Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 18 de abril de 2017

    Feira erótica tem estande especial para evangélicos

    Sexy Fair segue até este domingo (23), no Centro de Convenções SulAmérica

    © Divulgação
    No meio da Sexy Fair, feira erótica que ocorre no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro, até este domingo (23), tem um estande inteiramente dedicado a evangélicos. Isso mesmo. São diversos vibradores, cápsulas vibratórias, anéis penianos e géis estimulantes, selecionados pelo casal João e Lídia Ribeiro para outros integrantes da congregação da qual fazem parte.

    Donos da loja Secret Toys, os dois também prestam consultoria para casais evangélicos há cinco anos. Segundo eles, os produtos eróticos não são incoerentes com os princípios religiosos. Ao contrário, João Ribeiro, que é português radicado no Brasil há seis anos, disse ao Extra que viu muitos amigos deixarem a igreja por causa de problemas de relacionamento.

    "Muitos ouviam que aquilo era ação do diabo para destruir o relacionamento deles. Na maioria dos casos era uma questão bem mais simples, uma dificuldade sexual que podia ser corrigida com a ajuda de cosméticos", defende o empresário. Os produtos são exatamente iguais aos oferecidos nos outros estandes. A diferença está em como eles são apresentados aos "irmãos".

    "Para atender ao público evangélico, é importante saber respeitar os dogmas e crenças de cada um. Um dos tabus, que a gente sabe respeitar, é quanto ao uso de produtos para sexo anal", explicou João. Além disso, os dois preferem embalagens discretas, padrão que é seguido também nas cores dos "brinquedos".

    Aliás, o mais popular deles entre os evangélicos é, segundo João Ribeiro, o vibrador batizado de Bullet, que é uma cápsula vibratória com controle remoto para estimular o clitóris e o ponto G da mulher.


    Fonte: NAOM
    Link original: https://www.noticiasaominuto.com.br/brasil/374935/feira-erotica-tem-estande-especial-para-evangelicos
    Imprimir

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS