Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 24 de novembro de 2016

    Moradores do Aero Rancho participam do programa Afluentes da Águas Guariroba

    Divulgação

    Sabe aquela água branca que às vezes sai pela torneira? Não é excesso de cloro como muitos imaginam. O fenômeno ocorre em virtude do aumento da pressão na rede de água, formando milhares de pequenas bolhas de oxigênio. Essa e outras dúvidas foram sanadas durante a visita dos moradores dos bairros Aero Rancho e Jardim Centenário às instalações da Águas Guariroba, na tarde desta quinta-feira (24). Cerca de 40 pessoas participaram do programa Afluentes, que abre as portas da empresa à comunidade.

    A pergunta partiu de Clarice Bandeira de Moraes, 61. Por duas vezes, ao abrir a torneira que recebe água direto da rua, ela viu a água sair branca. Depois de receber a explicação, a dona de casa diz estar mais tranquila. Conforme esclareceu Willian Carvalho, gestor de Projetos Sociais, depois de um tempo as bolhas se dissipam, por isso é mais comum percebermos quando a água não passa pela caixa d´água.

    O grupo participou de uma palestra sobre o sistema de água e esgoto com dicas de como detectar vazamentos nas residências, os cuidados que se deve ter com os reservatórios de água, o risco de contaminação dos poços pelas fossas sépticas, entre outros. 

    O assunto foi tema do projeto de Saneamento Básico desenvolvido pelos alunos do EJA (Educação de Jovens e Adultos), da Escola Municipal Maria Lúcia Passarelli, que tiveram a oportunidade de ver, pessoalmente, o que estudaram em sala de aula. Integraram o grupo de visitantes, três alunos acompanhados pela profissional de apoio pedagógico educacional.

    Ronilson Soares dos Anjos, 43, disse que depois de receber as informações durante as aulas, teve curiosidade para conhecer o sistema e ficou satisfeito com a oportunidade. De tudo o que viu hoje, o que mais lhe chamou a atenção foi o Centro de Controle Operacional (CCO), onde é feito o monitoramento virtual do sistema de abastecimento em todos os bairros da Capital, Rochedinho, Anhanduí e Indubrasil. Após a visita à sede da empresa, eles estiveram na Estação de Tratamento de Água (ETA) na saída para Três Lagoas, a principal de Campo Grande. 

    Comunidade

    A Águas Guariroba mantém programas voltados à comunidade como o Afluentes, De olho no óleo (gincana em escolas para coleta de óleo de cozinha), Saúde Nota 10 (educação ambiental), Tarifa Social e o Viveiro de Mudas, que produz, anualmente, cerca de 50 mil mudas destinadas à recuperação de matas ciliares na zona rural e à arborização da área urbana de Campo Grande.



    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS