Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 17 de novembro de 2016

    Marquinhos escolhe cargo de deputado em vez de planejar gestão

    Ele não abriu mão de mandato mesmo com cenário de caos para resolver

    Marquinhos continua na Assembleia até um dia antes da posse - Arquivo

    Prestes a assumir a Prefeitura de Campo Grande, o deputado estadual Marquinhos Trad (PSD) ainda exerce o mandato na Assembleia Legislativa. Ele optou por continuar no cargo parlamentar até a véspera da posse, a ser realizada no dia 1º de Janeiro. A mesma atitude tomou o atual prefeito, Alcides Bernal (PP), em 2012. Então deputado estadual, o progressista ocupou a cadeira no Legislativo até 31 de dezembro daquele ano e, como consequência, ficou prejudicado o trabalho de transição de governo, o planejamento administrativo e as articulações políticas.

    A escolha de Bernal em esperar o início do mandato para construir seu governo refletiu em quatro anos de ineficiência. São diversas obras inacabadas, ruas cheias de buracos, praças e centros esportivos abandonados, falta de medicamentos nas Unidades Básicas de Saúde, carência de leitos nas unidades de terapia intensiva e, isto, sem falar no colapso do orçamento municipal no ano que vem. 

    Mesmo diante de tantos problemas, Marquinhos ainda permanece na Assembleia. Para aliados, o afastamento do cargo parlamentar lhe daria mais tempo na construção de uma gestão eficiente. Isto porque, além de buscar soluções para os atuais dificuldades da Capital, o prefeito eleito precisa se concentrar na estrutura administrativa e na composição de seu secretariado.



    Fonte: CE
    Link original: http://www.correiodoestado.com.br/cidades/campo-grande/prefeito-eleito-escolhe-cargo-de-deputado-em-vez-de-planejar-gestao/291423/

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS