Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 4 de outubro de 2016

    Na presidência do Senado, Pedro Chaves e Reinaldo Azambuja defendem MS

    Divulgação

    Em reunião com o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), senadores e governadores do Norte, Nordeste e do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, acompanhado do senador Pedro Chaves (PSC-MS), discutiram o repasse de recursos do governo federal aos estados brasileiros. 

    "A ideia de prorrogar o pagamento das dívidas estaduais precisa ser aprofundada, porque quatro estados foram beneficiados: RJ, RS, MG e SP, que representam 87% da dívida. Mas os demais 23 estados, que representam 13%, não receberam o mesmo tratamento", explicou Pedro Chaves.

    O senador relatou que os governadores desses estados pediram a intervenção do presidente do Senado, Renan Calheiros, junto ao presidente da República Michel Temer. 

    "O Congresso Nacional deve analisar as alternativas possíveis para esses repasses, desde que não onere a União dentro dos parâmetros definidos pelo Ministério da Fazenda."

    Senadores líderes partidários também discutiram com o presidente Renan Calheiros, a pauta legislativa até o final do ano de 2016, que abrange medidas provisórias que afetam a economia do país e que dependem da aprovação do Congresso Nacional. 

    "Também discutimos, como prioridade absoluta, o PLN 8/2016 que trata do Fies e do Enem, a ser discutida hoje e amanhã no Congresso Nacional", anunciou.



    Fonte: ASSECOM

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS