Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    segunda-feira, 1 de agosto de 2016

    Seminário vai capacitar técnicos e gestores do Programa BPC na Escola

     Divulgação

    Para ampliar a discussão sobre as barreiras sociais existentes e não reconhecidas em relação às pessoas com deficiência, e construir alternativas para avançar na concepção e implantação de um ambiente social mais inclusivo, a Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) por meio da Superintendência da Política de Assistência Social (Supas) promove de 02 a 04 de agosto, no auditório do Eco Hotel do Lago, o 2º Seminário Estadual de Formação Intersetorial dos Grupos Gestores e Técnicos do Programa de Benefício de Prestação Continuada (BPC na Escola).

    O objetivo do seminário é capacitar os técnicos e gestores municipais para a aplicação de questionário para identificar as barreiras que impedem o acesso e a permanência na escola dessas crianças e adolescentes beneficiários do BPC.
    Sérgio Wanderly, superintendente da Política de Assistência Social

    Para o superintendente da Política de Assistência Social, Sérgio Wanderly, o seminário tem por escopo articular os diferentes setores dos governos estadual e municipais na resolução de problemas do cotidiano da gestão, dando eficiência e eficácia às políticas públicas setoriais no atendimento à pessoa com deficiência. “Articular saberes requer uma readequação dos serviços ofertados pela gestão pública, além de uma readequação na caracterização e envolvimento dos sujeitos no processo de operacionalização das atividades de gestão”, pontuou o superintendente.

    Posteriormente o questionário será aplicado nos municípios e os dados coletados junto aos beneficiários durante visitas domiciliares serão inseridos no sistema BPC na Escola. Após o diagnóstico inicia-se nova etapa do programa que é o acompanhamento dos beneficiários e de suas famílias pelos técnicos dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), e das ações intersetoriais desenvolvidas pelos grupos gestores do programa, que envolve as políticas de educação, de assistência social, de saúde e de direitos humanos, para superação dos obstáculos de acesso e permanência na escola desse público específico.

    BPC na Escola

    O Programa BPC na Escola desenvolve ações para garantia do acesso e permanência na escola de crianças e adolescentes com deficiência, de 0 a 18 anos, beneficiários do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC).

    Atua com quatro eixos principais: identificar, entre os beneficiários do BPC até 18 anos, aqueles que estão na escola e aqueles que estão ora da escola; identificar as principais barreiras para acesso e a permanência na escola das pessoas com deficiência beneficiárias do BPC; desenvolver estudos e estratégias conjuntas para superação dessas barreiras; e manter acompanhamento sistemático das ações e programas dos entes federados que aderirem ao programa. Os beneficiários recebem mensalmente um salário mínimo.

    Serviços

    O Eco Hotel do Lago fica na Rua Bom Retiro, nº 1.098 – Chácara das Mansões – telefone: (67) 3393-0101.




    Fonte: ASSECOM
    Por: Solange Mori- Sedhast
    Fotos: Solange Mori e Leomar Alves Rosa

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS