Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 26 de julho de 2016

    PF vasculha casa por quase 2 horas em busca de documentos falsos

    Policiais saíram da casa na Vila Bandeirantes sem falar com a imprensa. (Foto: Fernando Antunes)

    Agentes da Polícia Federal fizeram buscas em uma casa no bairro Vila Bandeirantes, por quase duas horas, na manhã de hoje (26). A ação é parte da Operação Falsário, desencadeada em Campo Grande, Ponta Porã e São Gabriel do Oeste.

    Cerca de 10 policiais entraram na residência por volta de 6h da manhã, onde permaneceram até às 8h40. A casa ficou fechada durante todo o tempo que a PF esteve no local. Um carro HB20, que estava na garagem, também foi revistado. 

    Os policiais saíram da casa sem falar com a imprensa. Nenhum morador foi visto no local e os vizinhos também não quiseram dar entrevista. 

    Falsários 

    A PF procura suspeitos de falsificar documentos públicos, em Mato Grosso do Sul, para ajudar estrangeiros a entrarem no país. O objetivo da operação é cumprir cinco mandados de busca e apreensão, sendo três em Campo Grande e dois em São Gabriel do Oeste, expedidos pela Justiça Federal de Ponta Porã/MS.

    O esquema criminoso foi descoberto em razão de denúncia realizada por pessoa já beneficiada pela falsificação de vários documentos e que compareceu até a Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã/MS, com a finalidade de retirar passaporte, quando foi presa em flagrante pelo crime de uso de documento falso.

    A operação foi batizada de “Falsário”, em referência a ação praticada pelo grupo na obtenção de documentos públicos. Os materiais referentes as buscas e apreensões serão encaminhados para a Superintendência da PF em Campo Grande/MS.

    Mais detalhes sobre o esquema serão fornecidos pela PF em uma entrevista coletiva, às 10h, na Superintendência.



    Fonte: campgorandnews
    Por: Mara Riveiros
    Link original: http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/pf-vasculha-casa-por-quase-2-horas-em-busca-de-documentos-falsos

    --

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS