Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    21/12/2018

    Investigador de polícia morre após ser fechado por Fiat Uno na Mato Grosso

    Vítima teve o capacete rachado ao meio e morreu na hora

    ©Valdenir Rezende
    Investigador de polícia, Reginaldo Nascimento, 48 anos, morreu após ser fechado por um Fiat Uno, na Avenida Mato Grosso. O motorista do automóvel estava na faixa do meio e tentou fazer a conversão para a rua Alagoas.

    A vítima estava em uma moto de modelo Yamaha Fazer 250 e dirigia na pista da esquerda, quando foi surpreendido pelo carro que cruzou sua frente. 

    Com o impacto da colisão, o policial civil foi lançado no canteiro central da avenida. Ele caiu sobre uma placa publicitária e morreu antes da chegada do socorro. Com a batida o capacete da de Reginaldo chegou a ficar rachado ao meio. 

    Para a polícia militar o motorista do Uno alegou que estava na pista do meio antes de fazer a conversão porque tentou desviar de um terceiro carro que estava no cruzamento, no sentido contrário, com a parte da frente invadindo um metro da avenida. 

    O rapaz estava bastante abalado com a situação e não quis falar com a imprensa. O teste do bafômetro foi realizado e comprovou que ele não havia ingerido álcool. O jovem será apresentado na delegacia para prestar depoimento.
    ©REPRODUÇÃO
    Reginaldo Nascimento trabalhava no Sigo (Sistema Integrado de Gestão Operacional) da Polícia Civil. Era conhecido no meio policial por ser um excelente servidor e muito companheiro. Também atuou como supervisor do Delegacia Virtual (DEVIR), que atendia a população pela internet. Ele saía do trabalho e estava a caminho de casa, quando aconteceu o acidente.

    Fonte: CE
    Por: IZABELA JORNADA E GABRIELA COUTO



    Imprimir