Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    22/11/2018

    Reinaldo assina incentivo a produção de carne sustentável no Pantanal

    Encontro vai ocorrer nesta quinta-feira (22), a partir das 10h30, na sede da Famasul

    Governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai assinar incentivo na área de pecuária bovina ©Paulo Francis
    O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) vai assinar hoje (22), a partir das 10h30, a regularização do programa de apoio a produção de carne sustentável e orgânica, na região do Pantanal. O evento irá ocorrer na sede da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), tendo a participação de sindicatos rurais e representantes do setor.

    O decreto traz ao Programa de Avanços na Pecuária, o subprograma “Carne Sustentável e Orgânica do Pantanal”, que trata de incentivos para fomentar esta produção de bovino de corte. A expectativa é que estas boas práticas agrícolas trazem um “baixo nível” de intervenção no bioma do Pantanal.

    “É uma iniciativa para darmos mais competitividade ao produtor do Pantanal e incentivarmos a pecuária bovina de baixo impacto ambiental. É, ainda, uma ferramenta fundamental para mantermos o alto nível de preservação do nosso bioma”, explicou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

    Verruck disse que o objetivo é estimular a atividade econômica, para melhorar a rentabilidade do homem pantaneiro. Será apresentado um “leque de oportunidades” para esta produção e nova modalidade na pecuária. Os contemplados podem obter 50% de desconto do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços) na produção de carne e 67% na produção orgânica.

    Segundo a ABPO (Associação Brasileira de Produtores Orgânicos), 22 produtores rurais do Pantanal produzem carne orgânica e abatem cerca de 1.000 cabeças por mês. Os benefícios vão de valorização ao homem pantaneiro, bem-estar animal e responsabilidade ambiental.

    Fonte: campograndenews
    Por: Leonardo Rocha



    Imprimir