Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    20/11/2018

    PSDB define hoje quem será o candidato à presidência da Assembleia

    Paulo Corrêa (PSDB) segue como favorito para ser o escolhido pelo ninho tucano

    Deputados Paulo Corrêa (PSDB), Onevan de Matos (PSDB) e Rinaldo Modesto (PSDB), durante sessão ©Victor Chileno/ALMS
    Os deputados eleitos do PSDB se reúnem hoje (20), a partir das 18h, para definir o candidato do partido à presidência da Assembleia, a partir de 2019. O encontro será na sede da legenda. Paulo Corrêa (PSDB) é o favorito para ser o escolhido, por reunir as credenciais ao cargo, já que segue para o sétimo mandato, sendo um dos mais antigos do legislativo.

    O escolhido pelos tucanos vai buscar depois o apoio dos demais partidos da Assembleia, sendo o favorito para ser o novo presidente do legislativo, já que o PSDB tem a maior bancada e conta com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB). Além dos parlamentares, quem estaria conduzindo este processo é o presidente estadual do PSDB, o deputado Beto Pereira, assim como dirigente tucano e ex-secretário da Casa Civil, Sérgio de Paula.

    Um deputado repassou ao Campo Grande News que houve uma “reunião prévia” nesta manhã (20), com a participação de alguns deputados do PSDB, que teve como indicativo a escolha de Paulo Corrêa. Dentro do partido, Onevan de Matos (PSDB), Rinaldo Modesto (PSDB) e Felipe Orro (PSDB), também estão interessados no cargo.

    O objetivo da reunião de hoje é buscar um “consenso” entre os tucanos, para escolha do candidato, no entanto se não houver tal acordo, a direção do PSDB vai abrir um prazo de uma semana, para que os parlamentares definam o escolhido. Se mesmo depois deste período não tiver um acerto, então o próprio partido “bateria o martelo”.

    Paulo Correa já está articulando com os demais colegas o apoio necessário para chegar à presidência. O deputado deixou o PR e seguiu para o PSDB neste ano, durante a janela partidária, em abril, sendo reeleito dentro da coligação tucana. E ele entende que está preparado para o cargo e que “chegou sua vez” de comandar a Assembleia.

    Sem interferência 

    O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse nesta manhã (20), em reunião na Câmara Municipal, que “não vai interferir” neste processo e pediu aos deputados que juntos possam entrar em consenso. “Eles vão se reunir hoje (20) e espero que cheguem a um acordo, para que unidos em em torno de um candidato, possam buscar apoio para presidência”.

    Reinaldo ainda adiantou que “não tem preferência” entre os tucanos, e que vai deixar para o partido e os deputados resolverem esta situação. O governador conseguiu eleger 16 deputados em sua coligação e deve ampliar ainda mais esta base para 2019.

    Fonte: campograndenews
    Por: Leonardo Rocha


    Imprimir