Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    19/11/2018

    Encontro Jovens da Agropecuária em Campo Grande abordará importância do empreendedorismo rural


    No dia 26 de novembro, a partir das 19 horas, o Sindicato Rural de Campo, em parceria com o Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, realizará o Encontro Jovens da Agropecuária. O evento tem como tema: SUPER/AÇÃO: da ideia à execução.

    Para o integrante da Comissão Executiva do Famasul Jovem, Luiz Antonio Gratão, a finalidade do Encontro Jovens da Agropecuária é apresentar à nova geração de lideranças e produtores rurais de Mato Grosso do Sul ideias inovadoras do setor produtivo em um modelo diferenciado. “Buscamos estimular a renovação e oxigenação do setor. A proposta é provocar o pensamento fora da caixa e em favor do agro, por intermédio de estímulos aos participantes despertando características empreendedoras e encorajando-os na atuação local”, afirmou Gratão.

    Sobre o tema dessa edição, Gratão afirma que a linha de pensamento de que para uma ideia realmente virar execução, deve-se passar pela etapa da superação. “Em outras palavras, nem sempre a sua primeira ideia é a que vai te levar a execução correta, mas sim a sua superação de aceitar as modificações necessárias e, superar os erros durante a caminhada de colocar em ação um projeto”.

    Na programação, o vice-presidente da Aprosoja/MS – Associação dos Produtores de Soja de MS, André Dobaschi, ministrará a palestra ‘Visão agro do empreendedorismo’. “Este ano, queremos ir além. Cases de sucesso, que não estão diretamente ligados ao AGRO, podem influenciar de maneira positiva os jovens que ainda estão na vida acadêmica ou acabaram de sair dela, e não sabem qual caminho trilhar”.

    O segundo, Rich Chesther, é conhecido nacionalmente por sua trajetória inspiradora, uma vez que de vendedor de água na praia, Chesther se transformou em um palestrante em Harvard. “Esse é o recado que Rick Chesther passa. O microempreendedorismo pode mudar não só o indivíduo, mas a vida de uma família, de uma comunidade e até de um país. Com seu jeito dinâmico e carismático, Rick se conecta com o público despertando a autoestima e o ímpeto de sacudir a poeira e dar a volta por cima”, afirma Gratão.

    O evento é indicado para jovens acadêmicos e recém formados que estão ligados ao agronegócio. Contudo, explica Gratão, jovens que não estão diretamente ligados ao AGRO também fazem parte do público alvo pois nos Encontros Jovens da Agropecuária são abordados temas, tais como: sucessão e empreendedorismo, que podem ajudar a desenvolver pessoas de todas as outras áreas.

    Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul


    Imprimir