Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    04/10/2018

    Odilon se compromete a equiparar salário de agentes penitenciários às demais carreiras da segurança

    ©Divulgação
    O candidato ao governo do Estado pelo PDT, juiz Odilon de Oliveira, assinou, nesta quarta-feira, 03, termo de compromisso com o Sindicato dos Servidores da Administração Penitenciária do Estado de Mato Grosso do Sul (Sinsap/MS), por meio de seu presidente, André Luiz Garcia Santiago. Os agentes penitenciários receberam garantias de valorização da categoria com a equiparação da base salarial às demais carreiras da segurança pública do Estado.

    O documento está dividido em quatro eixos que preveem também melhorias nas condições de trabalho e fixação de regras para a escolha do gestor da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen).

    Os profissionais pedem mudanças no plano de cargos e carreiras para promover a redução de duas classes e dois níveis na tabela salarial. O objetivo é viabilizar o incremento nos rendimentos no início e no final da função e ainda permitir que os servidores tenham a perspectiva de se aposentar no topo da carreira.

    O Sinsap/MS pleiteia a regulamentação para uso de armas, com a concessão do treinamento necessário para atuação dentro das unidades prisionais. No caso da presidência da Agepen, o compromisso é que o cargo seja ocupado exclusivamente por um integrante da categoria.

    Sabendo da importância do trabalho destes servidores, Odilon já ressaltou, em mais de uma oportunidade, a necessidade de aumentar o efetivo no Estado. “No Estado, um agente penitenciário cuida de até 100 a 150 presos, quando o padrão internacional diz que devem ser cinco presos”, denuncia o pedetista, sobre as condições às quais os trabalhadores são submetidos.

    ASSECOM


    Imprimir