Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    01/10/2018

    Laudo aponta que agressor de Bolsonaro tem insanidade mental

    Defesa quer pedir a transferência do agressor para uma instituição psiquiátrica

    ©DR
    A avaliação psiquiátrica realizada com o homem que agrediu o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) aponta que ele tem insanidade mental. O laudo foi realizado por um profissional particular contratado a pedido da defesa do agressor.

    Segundo destaca o Correio Braziliense, os exames indicam que Adélio sofre de distúrbios que alteram sua percepção da realidade.

    A defesa do homem que deu uma facada em Bolsonaro pretende pedir que ele seja transferido da cadeia para uma instituição psiquiátrica.

    Adélio está preso desde o dia 6 de setembro, data da agressão.

    A Polícia Federal abriu um inquérito para investigar o caso e concluiu que o agressor agiu sozinho. A corporação não pediu exame psiquiátrico do agressor, por considerar que não seria uma atribuição dos investigadores.

    NAOM


    Imprimir