Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    02/10/2018

    ELEIÇÕES 2018| Candidatos ao governo de MS participam de debate na TV Morena

    Seis candidatos compararam propostas a cinco dias da eleição. Segurança, combate à corrupção, saúde e desenvolvimento econômico foram alguns dos temas. 

    ©Reprodução/TVMorena
    Seis candidatos ao governo de Mato Grosso do Sul participaram na noite desta terça-feira (2) do debate na TV Morena. Durante duas horas e sete minutos, os candidatos apresentaram propostas para áreas como: segurança na fronteira, saúde, educação, obras, combate à corrupção, desenvolvimento econômico, gestão pública e meio-ambiente.

    Mediado pela jornalista Bruna Mendes, o debate foi realizado nos estúdios da TV Morena. Participaram os candidatos (em ordem alfabética): Humberto Amaducci (PT), João Alfredo (Psol), Juiz Odilon (PDT), Junior Mochi (MDB), Marcelo Bluma (PV) e Reinaldo Azambuja (PSDB).

    Participaram do debate os seis candidatos ao governo do estado, que são de partidos ou coligações que tem, pelo menos, cinco representantes no Congresso Nacional, seguindo a regra estabelecida pela Lei Eleitoral.

    O debate teve quatro blocos. O primeiro e o terceiro com perguntas de tema livre; o segundo com temas determinados por sorteio na hora do debate pela mediadora; o último começou com temas sorteados e terminou com as considerações finais de cada candidato.

    Os candidatos tiveram 30 segundos para formular as perguntas, um minuto e 30 segundos para as respostas, um minuto para réplica e um minuto para tréplica. No quarto e último bloco, cada candidato teve um minuto e 30 para fazer suas considerações finais.

    Considerações finais dos candidatos, na ordem do sorteio:

    Junior Mochi (MDB)

    “Eu quero primeiro agradecer a TV Morena por esta oportunidade que nos concede de apresentar as nossas propostas e debater as nossas ideias. Desde o dia que iniciei essa caminhada participei dos seis debates para os quais fui convidado. Em todos eles, fui fiel ao meu propósito de apresentar propostas, de defender ideias, de dizer o que vou fazer e como quero fazer caso seja eleito governador de Mato Grosso do Sul. O futuro do nosso país e do nosso estado, está na ponta dos seus dedos no próximo dia 7, por isso, eu quero pedir a você, avalie. Eu sou ficha limpa. Eu sou um candidato testado na gestão pública, duas vezes prefeito, duas vezes presidente da Assembleia Legislativa. Conheço, tenho experiência de gestão, capacidade e competência comprovada. Por isso, eu venho até você, para pedir a você uma oportunidade para governar Mato Grosso do Sul. Além de tudo eu tenho humildade para ouvir muito, capacidade para dialogar e gosto de gente. Ser político, fazer política é fazer o bem. Não é para se ter bens. Por isso eu quero ser governador. O seu governador. Para te dar orgulho de viver em Mato Grosso do Sul. Para poder melhorar a sua vida, a sua condição e a sua qualidade de vida. Vote 15."

    Marcelo Bluma (PV)

    “Quero agradecer a oportunidade do debate e dizer para você que nos assiste, que nós estamos fazendo desde o primeiro dia da campanha um debate sobre o futuro de Mato Grosso do Sul, e eu tenho apresentado as minhas propostas. Quero ser governador de Mato Grosso do Sul porque quero combater a corrupção na coisa pública, apostando na transparência, na tecnologia e no controle social. Quero também ser o governador que criou e fortaleceu o polo de tecnologia de informação, de TI, em Mato Grosso do Sul, colocando Mato Grosso do Sul na rota do futuro. Quero cuidar dos nossos servidores. Fiz um debate importante na Fetems com os servidores da educação, com os professores e os administrativos. Também com o pessoal do Sinpol e de uma forma geral, com todos os servidores. Quero fazer um governo voltado para os servidores. Na construção civil, penso que é importante um grande programa habitacional para suprir o déficit de residências, gerar e fomentar a economia. Quero fazer uma reforma tributária estadual também, para readequar os impostos e tributos. Quero pedir o seu voto, 43, Marcelo Bluma.”

    Humberto Amaducci (PT)

    “Quero com certeza agradecer à minha família, minha esposa, meus 4 filhos e minha neta, em nome deles cumprimentar a toda a minha família. Quero também agradecer a toda a nossa militância, que apostou e acreditou, e nós começamos essa caminhada. Somos de um município pequeno, um município distante, o mais distante da capital, que é Mundo Novo, sou fronteiriço. Percorremos o estado e tive a felicidade de encontrar pessoas maravilhosas, pessoas humildes, pessoas simples, por onde caminhamos nos assentamentos, nas aldeias indígenas, encontramos crianças que sonham com um futuro melhor. Crianças que brincando constroem seu castelo de sonhos, e nós queremos ter o compromisso junto com vocês, por isso que nós estamos caminhando pelo estado e levando a nossa bandeira de propor ao povo do estado de Mato Grosso do Sul, uma maneira totalmente diferente de se governar, com transparência, com participação a popular, ouvindo as pessoas, ouvindo os segmentos, e conclamamos nesse momento a militância, não só a militância partidária, do partido dos trabalhadores, mas aquele militante que milita a vida inteira com a saúde, educação, turismo, meio-ambiente, que tem essa bandeira empunhada pela vida inteira. Venha junto com a gente, vamos juntos, e reafirmo, tenho o maior orgulho em dizer para vocês que o meu candidato a presidente da república é o Haddad, 13, eu sou candidato a governador, pelo estado de Mato Grosso do Sul para implementar a participação popular, é 13. Tenho o maior orgulho de dizer, que caminhamos junto com Luiz Inácio Lula da Silva, o melhor presidente da república que esse país já teve e com o companheiro futuro senador da república, Zeca do PT, que sem dúvida nenhuma foi o melhor governador que o estado de Mato Grosso do Sul já teve.”

    João Alfredo (Psol)

    "Obrigado eleitor, obrigado eleitora por nos ouvir até essa hora, obrigado Bruna, obrigado equipe da TV Morena por esta oportunidade de estarmos aqui. Eu me capacitei para estar aqui hoje, eu me preparei para estar aqui hoje e para ser governador deste estado, não para governar, para ter o status de governar. Para administrar o dinheiro público e cumprir a constituição estadual de construir um estado livre, um estado que combata formas de discriminação, um estado que tenha política pública para a mulher, para o negro, para as minorias, um estado que se preocupe com as desigualdades sociais, um estado que possa garantir o desenvolvimento econômico e gerar emprego e renda para todos nós. Agradeço minha equipe do Psol, agradeço minha cidade, Ribas do Rio Pardo, por essa oportunidade, agradeço todos os eleitores de Mato Grosso do Sul, dizendo, que estado você quer para o seu filho? Tudo depende de você, tudo depende do seu voto, da sua reflexão. Você não pode ser cúmplice dessa bandalheira que está aí em nível nacional, ou em nível estadual, faça essa reflexão na hora do voto, da importância do voto. Nossa vice Diná Freitas, uma mulher trabalhadora do campo, da cidade de Terenos, merece também a nossa devida atenção. No dia 7 de outubro, vote 50, vote Diná Freitas, e todos os candidatos do Psol 50. Muito Obrigado."

    Reinaldo Azambuja (PSDB)

    “Quero agradecer a TV Morena, toda a militância, nossos companheiros, ao Murilo meu vice, a todos aqueles que nos acompanharam, fizemos uma campanha propositiva, debatemos ideias, levamos à diante aquilo que nós entendemos com o importante, enfrentamos ataques, respondemos a todos eles com a coragem e com a verdade, porque sempre a verdade prevalece a mentira. Não vamos propor um governo com demagogia com coisas mirabolantes, governo “pé no chão”, mas que cumpriu a sua missão com você eleitor de Mato Grosso do Sul. Somos hoje um dos melhores estados do Brasil para se viver, avançamos em políticas públicas, avançamos na regionalização da saúde, numa educação de qualidade, investimentos nas 79 cidades do estado. Sou muito grato ao apoio que vocês tem nos dado, enfrentamos juntos as dificuldades da maior crise da história desse país e vencemos ela com trabalho com responsabilidade, com a dedicação, com uma equipe comprometida. Quero agradecer muito a toda a nossa equipe, todos os nossos colaboradores que trabalharam conosco nesses 3 anos e 10 meses, trabalhando por Mato Grosso do Sul, por você, sou muito grato ao carinho de vocês. E quero pedir o seu voto, um voto realmente de confiança para mais 4 anos, para continuarmos trabalhando com responsabilidade, com transparência e com decência. No dia 7 vote 45, um grande abraço e que Deus nos abençoe.”

    Juiz Odilon (PDT)

    “Quero agradecer a TV Morena pelo debate, e quero agradecer também todos os que nos ouviram e estão nos vendo até agora. Agradecer Maria Divina, minha esposa, que está aqui presente e com quem estou casado há 44 anos. A gente fez uma campanha do tostão não contra o milhão, mas do tostão contra o bilhão, procurei andar por todos os municípios, infelizmente, poucos municípios não pude alcançar justamente por dificuldade, eu não tenho avião. Tive que andar de carro e percorrer o estado todo de carro é muito complicado, mas por onde eu andei e passei eu encontrei afeto e carinho, eu encontrei as pessoas tirando fotografia comigo, me agradecendo pelo o que eu fiz como Juiz durante muito tempo. Eu não fui chamado de corrupto e de ladrão nenhuma vez. Nosso estado é lindo, muito lindo, mas infelizmente vez por outra ele aparece na televisão por conta de fatos que envergonham toda a nossa população. Eu conto com seu voto, eu sou o número 12, conto com seu voto para uma mudança efetiva, uma mudança no aspecto moral, no aspecto ético, uma mudança no desenvolvimento econômico. E eu deixo aqui uma pergunta: qual é o estado que você quer? Um estado com corrupção ou sem? Obrigado, Deus abençoe a todos vocês.”

    Por G1MS — Campo Grande


    Imprimir