Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    30/10/2018

    BATAGUASSU| Município terá Museu Histórico

    Bataguassu terá em breve, um Museu retratando os aspectos históricos do município. 

    ©Márcio Romanini
    O projeto de implantação, de acordo com a coordenadora municipal de Cultura, professora Regina Maria Freire Oliveira, é fruto do convênio nº 026617 de “Criação e Institucionalização do Museu Municipal de Bataguassu” firmado entre Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC), Núcleo Municipal de Cultura e Governo do Estado, por meio do Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul (FIC-MS), Fundação de Cultura e Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania entre os anos de 2016 e 2017.

    Regina explica que o objetivo é valorizar e preservar a memória da história de Bataguassu, gerando um importante equipamento cultural no município. “O museu será um espaço voltado ao conhecimento e acima de tudo a preservação, conservação e restauração do patrimônio histórico e cultural, um espaço onde se descobre e se aprende, nele se amplia o conhecimento e se aprofunda a consciência da identidade, intensificando a diversidade turística, atraindo novos visitantes”, comenta.

    A coordenadora informa que o Museu Histórico de Bataguassu funcionará na rua Ribas do Rio Pardo, 376, centro, no imóvel construído na década de 70 na gestão do então prefeito Adonel Elias Barbosa (67/69 – 77/83) especialmente para o ensino público. A primeira escola municipal da cidade foi inaugurada em 11 de novembro de 1967 e foi palco do primeiro curso Mobral implantado pela professora Diva Câmara Martins, uma das pioneiras da cidade.

    O prédio abrigou anos atrás a Câmara de Vereadores e foi recentemente sede da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC). No entanto, para a implantação do museu, o prédio passará por reformas e a sede da secretaria foi transferida para a rua Dourados, 457, próximo ao Serviço de Atendimento ao Contribuinte (SAC).
    As obras, que terão início no próximo mês tem investimento na ordem de R$ 252.346,63 mil. Para o projeto completo do Museu, por sua vez, estão sendo investidos recursos na ordem de R$ 107.270 mil disponibilizados pelo Governo do Estado com contrapartida de R$ 5.420 mil por parte do município.

    O artista plástico Cleir Ávila, responsável pela criação e recente revitalização do monumento dos tucunarés instalado na praça Jan Antonin Bata será novamente responsável pela criação de obras que retratarão a estrada boiadeira e os rios, peculiaridades de Bataguassu e região.

    A montagem das primeiras peças – um pássaro tuiuiú e um cupinzeiro já estão em andamento. Serão retratados ainda um tamanduá, um carro de boi, além dos rios.

    No plano de implantação do espaço cultural constam ainda exposições permanentes e temporárias; estudos, pesquisas além de oficinas que compõem um projeto de educação patrimonial voltado para as escolas locais. Todo o processo está sendo acompanhado pela historiadora Alessandra Jorge Nadai com apoio técnico-pedagógico do Núcleo Municipal de Cultura, Centro Cultural de Bataguassu, Conselho de Políticas Culturais e SEMEC.

    A previsão é que o Museu Histórico de Bataguassu entre em operação em março de 2019.

    ASSECOM


    Imprimir