Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    13/09/2018

    TRE do Paraná nega pedido de Lula para votar na PF

    Órgão afirma que seriam necessários, no mínimo, 20 eleitores para instalar seção

    ©DR
    O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Paraná negou o pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para votar nas eleições deste ano, na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, onde está preso desde abril.

    O presidente do TRE-PR, Luiz Taro Oyama, afirmou em despacho que seriam necessários, no mínimo, 20 eleitores para instalar uma seção eleitoral especial na sede da PF. A regra é estabelecida no Código Eleitoral, a fim de não comprometer o sigilo do voto.

    Em uma consulta à custódia da PF, em maio, porém, apenas o petista havia manifestado a intenção de votar, entre os 20 presos provisórios recolhidos no local -o que, segundo o TRE, impediu a instalação de uma urna no local.

    Outra opção seria que Lula transferisse temporariamente seu título eleitoral, para que votasse no Paraná, ou optasse pelo voto em trânsito, mas o prazo para isso se encerrou no dia 23 de agosto.A decisão é do dia 30 de agosto, mas foi divulgada apenas nesta semana pelo tribunal. 

    NAOM-Com informações da Folhapress.