Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    22/09/2018

    PRFs presos na Operação Nepsis começam a ser transferidos para Campo Grande

    ©Reprodução/PRF
    Os policiais rodoviários federais que tiveram mandado de prisão expedidos começam a ser transferidos para Campo Grande. Dos 6 policiais, 3 já chegaram no avião da PRF (Polícia Rodoviária Federal) na Capital no final da tarde deste sábado (22).

    Segundo a PRF, que divulgou as informações, os outros 3 policiais chegam a Campo Grande ainda neste sábado.

    Os 6 policiais rodoviários federais estão envolvidos em uma organização criminosa de grande especializada no contrabando de cigarros, que está sendo desarticulada pela Operação Nepsis, deflagrada neste sábado (22). Além de desmantelar a organização, a operação visa combater a corrupção policial que facilita o contrabando.

    A operação, realizada pela Polícia Federal, aconteceu em cinco Estados, sendo eles: Mato Grosso do Sul, São Paulo, Paraná, Rio de Janeiro e Alagoas. Entre os presos, além dos líderes e dos “gerentes” da Organização Criminosa, encontram-se policiais da PRF, da Polícia Militar e da Polícia Civil do Estado do Mato Grosso do Sul.

    Só em 2017, acredita-se que os envolvidos tenham sido responsáveis pelo encaminhamento de ao menos 1.200 (mil e duzentas) carretas carregadas com cigarros contrabandeados às regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. Os valores em mercadorias contrabandeadas atingem cifras superiores a R$ 1,5 bilhão (um bilhão e meio de reais).

    Foram apreendidas grande quantidade em dinheiro em resort, casas, e apreendidos carros e embarcações de luxo, além de armamento pesado e cargas de cigarros contrabandeados. A quantidade de dinheiro apreendido ainda não foi divulgada.

    Fonte: Midiamax
    Por: Tatiana Marin 


    Imprimir