Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    29/08/2018

    Paraguaia estrangula e mata bebê logo após o parto, na Argentina

    Mulher é natural de cidade que faz fronteira com Mundo Novo

    Paraguaia que matou o bebê recém-nascido ©Reprodução / Facebook
    Uma mulher, de nacionalidade paraguaia, de aproximadamente 26 anos, foi presa depois de matar o próprio filho, logo após ter dado a luz a ele, na sexta-feira (24), em Buenos Aires, na Argentina. Ela é natural de Salto del Guairá, que fica na fronteira com Mundo Novo.

    Segundo o site paraguaio Crónica, a mãe da suspeita denunciou a filha para a polícia argentina e disse que o corpo do bebê teria sido jogado no lixo. A causa aparente de morte do recém-nascido seria por estrangulamento. O caso aconteceu na área conhecida como Ciudad Oculta, Villa Lugano.

    Ainda de acordo com o site, uma das vizinhas contou aos agentes que a mulher passou os 9 meses escondendo a barriga com uma faixa para disfarçar a gravidez e também mencionaram que em várias ocasiões ela tentou provocar um aborto com golpes em sua barriga.

    Uma amiga da mulher contou que ela deu à luz a uma menina, há três anos, e dois dias depois a abandonou na porta de uma igreja. Uma outra menina, de 6 anos, que seria filha da paraguaia, teve a custódia pedida pelas autoridades locais.

    REVOLTA

    Nas redes sociais, após o caso vir a tona, as pessoas começaram a atacar a paraguaia em seu perfil. Comentários com xingamentos, a chamando de assassina, de maldita. "Deus, que pessoa mais desprezível! Na verdade não tem o perdão Deus..", disse uma internauta.

    "A única coisa que posso dizer é que você merece o seu castigo, matar um bebê indefeso...", comentou outra. "Te desejo o pior do mundo parasita", dizia em um dos comentários. Havia comentários lamentando a morte do bebê também. "Pobre anjinho, me deu tristeza que quantas mulheres perdem seus filhos e choram e esta que nasceu para matar uma criatura sem defesa", disse uma mulher. 

    Uma das publicações da mulher já ultrapassava 350 comentários negativos, todos em espanhol. O post, um teste que tinha os dizeres "Terminará seu 2018 solteira, casada ou grávida?", tinha como descrição "Não, não, não e não, eu me recuso categoricamente". Um dos comentários dizia "Eu sei como você vai terminar 2018, eu venho do futuro e você vai acabar na cadeia, maldita assassina".

    Fonte: CE
    Por: 
    FÁBIO ORUÊ


    Imprimir