Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    19/08/2018

    ELEIÇÕES 2018| Em Rio Verde candidatura de Mochi é tida como orgulho da região Norte

    Divulgação
    O candidato do MDB ao governo do Estado, Junior Mochi, participou neste domingo (19) do Primeiro Leilão Beneficente Direito de Viver, do Hospital do Câncer de Barretos (Hospital de amor), em Rio Verde de Mato Grosso, cidade distante 208 quilômetros de Campo Grande.

    Durante o evento, a população da região Norte definiu a candidatura de Junior Mochi (MDB) como motivo de orgulho. Pela primeira vez em mais de 40 anos, desde a divisão do Estado, o Norte tem um candidato a governador representando todos os municípios de Mato Grosso do Sul.

    Foi no município de Coxim – a 258 quilômetros da Capital – que Mochi se consagrou nas atividades político-partidárias, depois de dois mandatos como prefeito, entre os anos de 1996 e 2004.

    “Um jeito sincero e inteligente de pensar e fazer”, segundo os amigos de longa data. Atuação sempre dinâmica, interativa, com foco no fortalecimento da comunidade e no municipalismo.

    Concluídos os dois mandatos, com altos índices de aprovação da população, Jr. Mochi foi eleito deputado estadual, estendendo sua atuação para todos os municípios do Estado, mas nunca abandonou suas origens, o que lhe rendeu o premio Mérito Legislador, outorgado aos 150 melhores projetos parlamentares do Brasil.
    Divulgação
    Agora candidato a governador, Jr. Mochi disse que irá apostar no desenvolvimento econômico da região Norte por meio do Turismo, geração de emprego e renda e no lado humanista de Governo municipalista em Mato Grosso do Sul.

    “Vamos mostrar propostas concretas de como fazer, pois é isso que a população quer saber e é assim que queremos nossa campanha. Prova maior disso é a escolha da nossa candidata a vice-governadora, Tania Garib, que tem 43 anos de serviços prestados no atendimento as pessoas”, resumiu Mochi.

    Candidata a vice-governadora, Tania Garib, destacou seu papel como o elo entre cada cidade e o Governo. “Serei a voz dos municípios junto aos secretários, deputados estaduais, federais e senadores de Mato Grosso do Sul”, finalizou. 

    ASSECOM


    Imprimir