Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    08/08/2018

    Deputado Enelvo Felini destaca evento na área de olericultura e horticultura

    Divulgação
    Em seu pronunciamento, durante sessão desta quarta-feira (8), o deputado estadual Enelvo Felini destacou a realização do 55º Congresso Brasileiro de Olericultura e do Encontro Latino-Americano de Horticultura, que ocorrem simultaneamente no município de Bonito. O evento teve início na segunda-feira (6) e termina nesta sexta-feira (10).

    "O Estado recebe um congresso desta magnitude e isso é muito bom, motivo para nos orgulharmos. Sabemos que ainda somos um grande importador de alimentos, que vão para nossa mesa e nesse debate estamos presentes, com uma grande equipe de excelentes profissionais", declarou.

    O deputado ressaltou o empenho da Semagro (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) e Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), além da UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), Sistema Famasul e ABH (Associação Brasileira de Horticultura) e lembrou que a realização já estava programada desde o ano passado.

    O objetivo do Congresso é criar um espaço propício de debates sobre a produção de vegetais (verduras, legumes, frutas, etc) com consciência ecológica, ou seja, que garanta respeito ao meio ambiente ao mesmo tempo em que traga geração de renda na propriedade rural e a segurança alimentar dos consumidores

    O Evento

    O evento conta com participantes de vários Estados e de outros países, como Colômbia, Peru, Chile e Paraguai. O deputado, defensor da agricultura familiar e do fomento ao consumo de produtos oriundos dos pequenos produtores, esteve presente na abertura.

    O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, destacou o empenho do deputado Enelvo para a realização do congresso na cidade de Bonito, localização estratégica e o alto potencial produtivo em olericultura, e por todas as ações realizadas à frente da Agraer.

    O evento segue até sexta. Clique aqui para conferir a programação do evento.

    ASSECOM


    Imprimir