Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    20/08/2018

    Audiência pública discute futuro da educação e comemora os 65 anos da Escola Estadual Vespasiano Martins

    Divulgação
    Uma das instituições públicas de ensino mais tradicionais de Mato Grosso do Sul, a Escola Estadual Vespasiano Martins, que leva o nome de um dos fundadores de Campo Grande, completa 65 anos desde a sua fundação, em 1953. Para comemorar a data, o deputado estadual Amarildo Cruz (PT), em parceria com o corpo docente da escola promove na próxima sexta-feira, dia 24 de agosto, a audiência pública com o tema: “Escola Estadual Vespasiano Martins – 65 Anos de Luta pela Educação - Avanços e Desafios”.

    Além de comemorar as conquistas ao longo de mais de meio século de existência, o debate tem a finalidade de discutir as mudanças que vem acontecendo no ensino público de todo o País e, principalmente, no ensino médio.

    “Embora o momento seja de celebrar os 65 anos de história da escola, umas das mais antigas do nosso Estado, vamos debater também os novos desafios, frente às mudanças que estão sendo implementadas no ensino público em geral, mas, em especial, no ensino médio”, comentou Amarildo Cruz.

    O diretor da escola Vespasiano Martins, professor Antônio Barbosa ressaltou a necessidade em se discutir os novos desafios escolares. “Além de comemorar essa importante data em um momento de grandes transformações sociais, dentre elas, a mudança da base curricular do ensino médio e a implantação das escolas integrais, é imprescindível voltarmos à atenção para os aspectos da modernidade do século XXI. Hoje, além de uma prática manual das tarefas escolares, convivemos com a era virtual e essa prática requer aprofundamentos desafiadores. Vamos vencer esses desafios? Sem dúvida nenhuma!”, pontuou.

    A audiência pública, que também irá homenagear personalidades que tiveram importante participação na história da escola, acontece a partir das 19 horas, no plenário Júlio Maia da Assembleia Legislativa, no Parque dos Poderes.

    ASSECOM


    Imprimir