Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    26/06/2018

    Projeto de lei de Renato Câmara institui o Dia Estadual do Contador de Histórias

    Com proposta, deputado Renato Câmara pretende valorizar o folclore e a cultura, estimulando a leitura e o sentimento de pertencimento ao Estado ©Toninho Souza
    Os contadores de histórias poderão ter um dia dedicado à profissão previsto no Calendário Oficial de Eventos de Mato Grosso do Sul. É o que prevê projeto de lei apresentado pelo deputado Renato Câmara (MDB) durante a sessão ordinária desta terça-feira (26).

    A arte de contar histórias é um dos atos mais antigos do mundo. Já foi posse exclusiva de preservadores da história oral e de aventureiros viajantes, que transmitiam acontecimentos ocorridos em povos distantes. “Contar histórias é uma arte que resgata e valoriza o folclore e a cultura de um povo e estimula a leitura e o sentimento de pertencimento ao MS, quando reconhecemos nossos patrimônios culturais nas histórias que ouvimos”, destaca Renato Câmara.

    De acordo com a proposta, a data será celebrada anualmente dia 20 de março, quando também é comemorado o Dia Internacional do Contador de Histórias. O projeto contempla todos os profissionais que se dedicam a preservar e a transmitir o saber e as manifestações da cultura popular. O contador de histórias geralmente trabalha por projetos, de forma autônoma, e pode atuar em escolas, festivais, projetos públicos, livrarias, casamentos e outras celebrações em geral, além de empresas.

    O projeto de lei do deputado Renato segue para apreciação da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) e posterior votação em plenário. Em âmbito federal, tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 7232/2017, que dispõe sobre a regulamentação da profissão de contador de histórias.

    ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS