Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    20/06/2018

    Prefeito alvo de atentado em Paranhos deve retornar ao cargo em 30 dias, diz vice

    Dirceu Bettoni (PSDB) estava internado após ser alvo de atentado

    Prefeito interino de Paranhos, Luciano Rodrigues (DEM) - Foto: Leonardo Rocha
    O prefeito de Paranhos, Dirceu Bettoni (PSDB), tem previsto retorno ao cargo em 30 dias, depois de sofrer atentado quando chegava em sua residência na semana passada. Essa informação foi confirmada pelo prefeito interino, Luciano Rodrigues (DEM), durante anúncio, nesta quarta-feira (20), de obras de saneamento para o município.

    Em Campo Grande, Luciano destacou que a equipe médica informou que o prefeito deixará ainda hoje leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital do Coração de Dourados. Por ter a gestão bem organizada, conforme o vice-prefeito, não houve descontinuidade nas ações executadas pela prefeitura. Ele ainda minimizou os efeitos decorrentes do atentado.

    "Paranhos não é um velho oeste e o que aconteceu foi situação pontual envolvendo uma questão pessoal em relação a venda de terra no Paraguai. Lógico que por ser uma cidade fronteiriça tem esse receio em relação a crimes, mas é uma cidade tranquila", destacou o prefeito interino. "As pessoas dormem com as casas abertas e a chave do carro no contato".

    Intermediário do crime o paraguaio Jomar Lemes, 47 anos, acabou executado ao sair da delegacia local com tiros de pistola 9 milímetros. Uma semana antes, o prefeito foi atingido por quatro tiros. Ele passou por quatro cirurgias e estava internado na UTI.

    Saneamento 

    Quanto ao compromisso, em que participa o vice-prefeito na Capital, este trata-se da oficialização de obras de saneamento de R$ 2,6 milhões em Paranhos. Estas serão financiadas pelo governo federal e estadual, sob execução da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), integrando o Programa Avançar Cidades.

    Fonte: campograndenews
    Por: Kleber Clajus e Leonardo Rocha


    Imprimir