Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    09/06/2018

    104 pessoas são atendidas em Jaraguari na Carreta da Justiça

    ©Divulgação/TJMS
    A passagem da Carreta da Justiça na comarca de Jaraguari ajudou muita gente e ainda ficou marcada pela visita do governador Reinaldo Azambuja. A unidade móvel do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul ficou estacionada em frente da prefeitura, de 4 a 8 de junho. Ao total, 104 pessoas foram atendidas, sendo realizadas 22 conversões de união estável em casamento. 

    Um desses casamentos foi o do casal Washington e Marciana, que se conheceram a mais de 10 anos moram juntos há sete. Desta união, nasceu João Lucas, de 2 anos, que estava junto quando os pais oficializaram o matrimônio.

    “Uma oportunidade que não poderíamos perder, porque foi tudo gratuito. O pessoal foi dez, gostamos muito do atendimento”, disse o noivo.

    Durante estes cinco dias de atendimento da Carreta em Jaraguari, a equipe realizou, além dos 22 casamentos, quatro pedidos de alimentos, guarda e regularização de visitas, quatro divórcios e foram abertas 30 ações. Também houve 26 pedidos de orientação jurídica feitos pelos servidores do Poder Judiciário estadual e pela Defensoria Pública.

    Visita - Nessa ida da Carreta da Justiça a Jaraguari houve a visita do governador de MS, Reinaldo Azambuja, que foi conferir o atendimento à população. A visita foi realizada a convite do juiz responsável da Carreta, Luiz Felipe Medeiros Vieira, e acompanhada dos deputados estaduais Rinaldo Modesto, Paulo Corrêa e Enelvo Felini.

    A Carreta faz parte do programa Judiciário em Movimento e tem jurisdição em todo o Estado e competência para apreciar e julgar todas as ações de natureza cível, criminal e juizados especiais distribuídas durante suas jornadas, assim como atuar em mutirões processuais, inclusive em processos do Tribunal do Júri.

    Calendário – A próxima comarca a receber os serviços da Carreta será Alcinópolis (18 a 22/06). A comarca de Figueirão, entre os dias 25 a 29/06, finaliza os atendimentos nos primeiros seis meses deste ano.

    Desde agosto de 2016, com o lançamento do programa “Judiciário em Movimento”, que tornou 100% dos municípios de MS sedes de comarcas, a população sul-mato-grossense vive uma nova realidade quanto ao Poder Judiciário.

    ASSECOM


    Imprimir