Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    07/03/2018

    TRÊS LAGOAS| Representantes do município assinam Termo de Posse do Conselho da Mulher

    Casa do Conselho está entre os projetos da Prefeitura para ficar mais próxima da sociedade civil

    © Divulgação 
    O Secretário Municipal de Governo e Políticas Públicas (SEGOV) de Três Lagoas, Daynler Martins Leonel, acompanhado do Vice Prefeito Paulo Salomão e da Secretária Municipal de Assistência Social, Vera Helena Arsioli Pinho, receberam no final da tarde da última terça-feira (06), na Prefeitura Municipal, 12 mulheres para assinarem o Termo de Posse para a criação do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher (CMDM) no Município, nomeadas pelo Decreto nº 012 de 15 de fevereiro de 2018.

    MEMBROS DO CONSELHO

    Entre as participantes do Conselho estavam representando o Poder Público Neuraci Vasconselos Reginaldo, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SEMEC); Natália Umbelina Leite, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT); Lucinete Martins Celestino Barbosa, da Secretaria de Esportes, Juventude e Lazer (SEJUVEL); Rafaela Aparecida Horta Furtado, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS); Rosires Magalhães da Silva, da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) e Sirlene dos Santos Pereira, do Poder Legislativo Municipal. Já representando Organizações não Governamentais estavam Heyde Margareth Gomes, de Entidades Prestadoras de Assistência à Mulher; Marizete Bazé, representando Instituições Educacionais Privadas; Sheila Regina dos Santos Ferreira, de Serviços de Assistência Social; Sônia Lúcia dos Santos Silva e Iraci Oliveira de Barros, representantes de Grupos de Convivência; e Gláucia Puziello Jaruche, da Associação Comercial.

    IMPORTÂNCIA DO CONSELHO

    Para o Secretário de Governo, o Conselho é de grande importância para Três Lagoas e por contar com a participação voluntária de mulheres formadoras de opinião, fará toda a diferença no resultado das ações que serão realizadas.

    “Parabenizo cada uma de vocês por se doarem em um projeto tão importante para Três Lagoas. Quero poder somar com vocês para que possamos fazer desse Conselho uma peça atuante, pois esse é o objetivo do Governo do nosso prefeito Ângelo Guerreiro, trabalhar para estarmos mais próximos das bases e de toda a sociedade”, afirmou Leonel.

    © Divulgação  
    Para a secretária Vera Helena (SMAS), o Conselho, que ficou anos inativo, virá para fortalecer e empoderar as mulheres. “Sabemos da necessidade e importância de um conselho atuante em Três Lagoas diante de tantos assassinatos trágicos, ocorridos no Munícipio. A luta é diária. Não só em casa, mas no mercado de trabalho também. Esperamos, com essa posse, que todas as mulheres que estão aqui hoje lutem pelos direitos das que precisam da nossa força e representatividade com ações rigorosas e atuantes”, ressaltou.

    Paulo Salomão, representando o prefeito Angelo Guerreiro, parabenizou todas as mulheres presentes que doam seu tempo pelo próximo, mesmo em um mundo cada vez mais individualista. “Hoje, não menos importante que Educação, Saúde e Infraestrutura, a Segurança também é de grande importância e a prevenção é isso. Precisamos ser referência nesta parte com ações e atitudes que valorizem a mulher, pois vocês são a base e o pilar de uma família”, ressaltou o vice-prefeito.

    Representando os membros do Conselho, Marizete Bazé agradeceu à Gestão Municipal que tem dado oportunidade às mulheres e falou da necessidade de um Conselho construtivo e deliberativo para atuar à frente, dando auxílio e ajudando a combater a violência contra a mulher.

    “Temos muito trabalho pela frente. Estamos entre valorosas mulheres escolhidas a dedo para combatermos a violência física, psicológica, patrimonial e sexual que as mulheres têm vivido nos últimos tempos. Muitas dessas mulheres sofrem caladas em casa e esse tempo já acabou. Vamos nos unir para somar forças e fazer a diferença”, completou.

    NÚCLEO DE CONSELHOS

    Segundo Leonel, a Casa do Conselho é um projeto que já está em andamento para que a sociedade civil fique ainda mais próxima do Governo Municipal com a ativação dos 23 conselhos existentes em Três Lagoas.

    “Quando iniciamos a gestão, existiam apenas 11 conselhos em atividade. Hoje estamos com 18 Conselhos ativos; dois que estão em andamento e apenas três estão parados, ou seja, estamos com quase todos os Conselhos em atividade e vamos trabalhar para ativarmos todos com a Casa do Conselho para ficarmos mais próximos da sociedade”, assegurou o Secretário.
    © Divulgação 

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS