Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/03/2018

    TRÊS LAGOAS| Prefeito conversa com superintendente dos Correios sobre centro de distribuição

    O chefe do executivo propôs a instalação de um galpão da empresa em Três Lagoas

    © Divulgação
    O prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, esteve nesta sexta-feira (16) em Campo Grande, capital do Estado de Mato Grosso do Sul, em reunião na Superintendência dos Correios para detalhar projeto conjunto de montagem de um centro de tratamento dos Correios em Três Lagoas.

    Conforme o prefeito, o município estuda a possibilidade de disponibilizar ou auxiliar na disponibilização por terceiros, de uma área ou um galpão para locação no distrito industrial para montagem do Centro de Tratamento ou distribuição.
    © Divulgação
    Guerreiro falou das potencialidades do Município, das vantagens logísticas com linhas aéreas e condições viárias, além ainda da facilidade na distribuição rodoviária para todos os municípios da região. Garantiu que, “com a implantação do centro de tratamento, os Correios terão grande vantagem logística, uma vez que poderá desafogar outros centros de distribuição como Bauru, Campo Grande, Belo Horizonte, Uberlândia e Goiânia, oferecendo vantagens à população da região e a Empresa de Correios”.

    A implantação do centro de distribuição em Três Lagoas pode aproveitar e incrementar o fluxo de encomendas e cargas aéreas e, inclusive, reduzir os custos das passagens aéreas com o aumento dos transportes de encomendas.

    Ainda segundo ele, com a implantação desse sistema em Três Lagoas, os Correios poderão inclusive facilitar o transporte para interior de São Paulo, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso do Sul. A proposta foi bem aceita pelo superintendente dos Correios Júlio César Gonzalez Nascimento, pelo técnico Florisvaldo Furtado Ribeiro, integrante da Ouvidoria; Genivaldo Oliveira Lacerda, assessor da superintendência e Valdenir Neves Lopes, gerente de atendimento.

    O superintendente disse que os Correios estão com projetos de expansão para descentralizar os sistemas de distribuição de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e centro-oeste do País.

    Os técnicos, que já estudam opções para dar vazão às encomendas, vão estudar a proposta, uma vez que as encomendas estão aumentando muito e precisam de novos mecanismos já que os Correios recebem até cinco carretas de encomendas que são separadas manualmente e diariamente em Campo Grande.

    O Prefeito lembrou que, com o entreposto em Três Lagoas, acontecerá um aumento nas encomendas regionais dos Correios devido à agilidade. “São 11 municípios na região dentro do Estado de Mato Grosso do Sul e dezenas de cidades no Estado de São Paulo”, reforçou.

    Júlio César González disse que fará uma visita a Três Lagoas nos próximos dias junto com técnicos dos Correios para ver de perto os possíveis locais que podem basear os estudos para um futuro centro de distribuição que poderá ser o local de entrada das encomendas para várias regiões.

    Conforme os técnicos, “novas ideias são bem-vindas, uma vez que podem garantir a sobrevida e o faturamento da empresa”. Na reunião foi lembrado de uma parceria com a empresa Azul Linhas Aéreas que deve começar em breve.

    Saindo do trivial, os Correios também administram armazéns de empresas diversas, o que, segundo o secretário municipal de Governo e Políticas Públicas, Daynler Leonel, que também participou da reunião, pode ser oferecido pela empresa em Três Lagoas.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir