Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    06/03/2018

    Quatro vetos do Executivo devem ser analisados pelos parlamentares nesta terça-feira

    Ordem do Dia prevê a votação de quatro matérias

    © Victor Chileno
    Na sessão ordinária desta terça-feira (6/3), os deputados devem apreciar quatro vetos. Todas as matérias serão em discussão única. O Projeto de Lei (PL) 28/2017, do deputado Dr. Paulo Siufi (PMDB), que autoriza o Poder Executivo a instituir o Programa de Terapia Floral Integrativa e/ou complementar ao bem estar e à saúde no Estado de Mato Grosso do Sul. A Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR) deu parecer favorável à manutenção do veto.

    O PL 68/2017, de autoria do deputado Renato Câmara (PMDB), que estabelece medidas de proteção ao consumidor na publicidade de combustíveis que diferencie preços para pagamento à vista em dinheiro ou débito dos preços para pagamento em cartão de crédito. A matéria recebeu veto parcial do Governo do Estado e o parecer da CCJR foi favorável à manutenção do veto.

    E ainda o PL 30/2017, do deputado Marcio Fernandes (PMDB), que dispõe sobre a utilização de aparelho celular em UTI's neonatais no Estado. O parecer da CCJR foi favorável à manutenção do veto.

    Já o PL 227/2016, de autoria dos deputados Antonieta Amorim (PMDB), Ângelo Guerreiro (PSDB), Beto Pereira (PSDB), João Grandão (PT) e Renato Câmara, que dispõe sobre a obrigatoriedade na marcação de exames para pessoas com mais de 60 anos nas Unidades de Saúde Públicas pertencentes ao Governo de Mato Grosso do Sul. A proposta recebeu veto total do Executivo, e a CCJR deu parecer favorável à rejeição do veto.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Juliana Turatti 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS