Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    18/03/2018

    Mulher de Tiago Leifert revela que mentiu para Serginho Groisman

    Jornalista havia dito ao apresentador que não foi ao seu casamento porque estava doente.

    © Reprodução
    O "Altas Horas" deste sábado (18) recebeu entre seus convidados a jornalista Daiana Garbin, que deixou a carreira de repórter na Globo em São Paulo e lançou um livro em outubro sobre transtornos alimentares, problemas que ela revela ter passado por 22 anos de sua vida. Ela aproveitou a presença da especialista em sexo, Laura Muller, para falar da questão de como o autoconhecimento do corpo das mulheres ainda é tabu.

    "Eu percebo que as mulheres conhecem muito pouco o próprio corpo. Eu não vou perguntar aqui 'quem já teve um orgasmo' porque não vou expor ninguém, mas com certeza se a gente falasse a verdade, pouquíssimas mulheres levantariam a mão. Por que a gente tem tanta vergonha, tanta dificuldade em falar sobre isso?", questionou a jornalista à Laura, que esclareceu o ponto levantado por Daiana.

    "Isso faz parte da educação sexual repressora. Um terço das mulheres, segundo pesquisa, têm dificuldade para chegar ao orgasmo. Conhecer o próprio corpo passa por quebrar o tabu da masturbação. Se tocar, olhar no espelho", explicou a sexóloga.

    A mulher do apresentador do "Big Brother Brasil", Tiago Leifert, ressaltou ainda que o conhecimento sobre seu próprio corpo é um elemento importante no sexo. "É mais importante do que a gente pensa. O prazer sexual é componente muito importante da auto estima, da auto confiança", acrescentou.

    Daiana ainda fez uma confissão durante o programa apresentado por Serginho Groisman, de quem ela e Leifert são amigos. "Quero que escutem essa história com o coração, sem me julgar, porque foi muito doloroso. Você [Serginho] convidou a gente para ir ao seu casamento e meu marido foi sozinho. A gente mentiu. Ele disse que eu estava doente, mas a verdade é que fiquei em casa chorando porque estava com vergonha, achando que não era magra o suficiente, que não tinha roupa para ir a uma festa de gente tão chique, da televisão, famosas", confessou Daiana.

    A jornalista explicou que decidiu procurar tratamento com um psiquiatra e assim encarar seu transtorno, que ela explicou à plateia ser mais comum do que se imagina. Segundo ela, durante esse processo o apoio de Leifert foi fundamental.

    "Meu marido foi [ao seu casamento] porque disse 'eu vou porque você precisa entender que não pode perder oportunidades na vida por vergonha do seu corpo e de quem você é. Quero dizer, principalmente para as meninas, que não podemos perder oportunidades na nossa vida por vergonha do corpo", disse Daiana. Com informações da Folhapress.

    Fonte: NAOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS