Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    19/03/2018

    Mochi participa da diplomação dos deputados estudantes eleitos na 6ª edição do Parlamento

    © Divulgação
    Na manhã desta segunda-feira (19/3), o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Junior Mochi (MDB) participou da entrega dos diplomas do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) aos deputados estudantes eleitos na 6ª edição do Parlamento Jovem. Da carteira escolar para uma cadeira no Legislativo, 24 titulares e 24 suplentes poderão atuar em defesa da comunidade durante dois mandatos (2018/2019).

    O projeto é coordenado pela Escola do Legislativo Ramez Tebet, em parceria com o TRE e secretarias de Educação. A eleição aconteceu no dia 18 de outubro do ano passado e mobilizou cerca de 6.000 alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e do 1º e 2º ano do Ensino Médio. Os deputados estudantes receberam capacitação e, agora, experimentarão a vivência de um parlamentar.

    O presidente Junior Mochi (MDB) ressaltou a importância da experiência para a vida de cada jovem. “Aqueles que já passaram pelo projeto o avaliaram positivamente. São relatos que demonstram a contribuição significativa para a vida pessoal e de conhecimento intelectual. A participação, quando membros do Legislativo, influencia sobre todo o processo da vida institucional e sobre a natureza de suas decisões”, destacou Mochi. Ainda na tarde de hoje, os deputados estudantes, serão empossados na Assembleia Legislativa.

    “Diplomar-se significa graduar-se. A participação neste projeto possibilitará uma efetiva atuação política para atender a comunidade e levar à Casa Legislativa as demandas da sociedade. Dessa forma, em seus mandatos estarão exercitando continuamente a consciência política e a liderança cidadã. A juventude é transformadora. Estamos presenciando o nascedouro de uma pequena semente, que resultará num despertar do censo crítico e engajamento político dos jovens, para o fortalecimento de uma sociedade mais participativa e com cidadãos plenos”, destacou a presidente do TRE, desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, durante a solenidade de diplomação.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS