Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    16/03/2018

    Escola em construção no Harrison de Figueiredo deve receber o nome do ex-vereador Moacir Djalma Barros

    Deputado Barbosinha quer nome de escola homenageando vereador Moacir Djalma Barros © João Garrigó
    Na sessão ordinária desta quinta-feira (15), foi aprovado em votação única. O Projeto de Lei n° 57/2016, que denomina Vereador Moacir Djalma Barros a Escola Estadual que está em construção no Residencial Harrison de Figueiredo, localizada no município de Dourados. O projeto foi aprovado e segue para sanção do governador, depois de sancionado se torna lei.

    A Escola está em fase final de construção e em breve atenderá aos anseios da comunidade douradense com mais vagas para as crianças.
    © Divulgação
    Moacir Djalma Barros nasceu em 08 de setembro de 1928, natural de Iguatú (CE), casou-se com a Sra. Maria Alves Barros, com quem teve sete filhos: Roberto Djalma Barros (ex- vereador e ex-deputado estadual), Humberto Djalma Barros, Gilberto Djalma Barros, Necy Djalma Ebling, Aracy Djalma de Paula, Maria de Fátima Barros e Djane Djalma Costa.

    No ano de 1950 mudou-se para Dourados, para trabalhar em prol da comunidade, no combate ao mosquito da febre amarela que estava atacando os colonos agrícolas de Dourados. Em 1965 assumiu o cargo de vereador suplente em Dourados, e em 1966 foi eleito vereador, sendo que no ano seguinte a sua posse, foi eleito presidente da Câmara.
    © Reprodução
    Moacir Djalma Barros foi fundador da Associação de Moradores da Vila Santo André e presidiu a realização da campanha para a construção da capela da Vila Santo André.

    De acordo com o filho do homenageado, Roberto Djalma Barros, é gratificante para toda a família ter o nome de seu pai lembrado, especialmente ligado ao conjunto residencial Harrison de Figueiredo.

    “É emocionante receber essa notícia, que uma escola tão importante para a região receberá o nome do meu querido pai. Emociona-me ainda mais lembrar, que o Harrison de Figueiredo foi um amigo fiel e grande companheiro do meu pai, eles tiveram grandes embates e muitas histórias juntos em beneficio de nosso Mato Grosso do Sul, uma homenagem muito especial”, frisou Roberto.

    Para Barbosinha, o vereador Moacir Djalma Barros era uma pessoa aguerrida na busca de melhorias à população de Dourados, um homem fiel ao seu propósito e companheiro de todas as horas.

    “Moacir foi uma pessoa que fez história, que deixou seu legado e que merece receber essa homenagem, se dedicou muito na área da saúde em tempos difíceis, nessa época os recursos eram bastante escassos, ele fez a diferença e ajudou muita gente. Atuou dedicadamente aos interesses da sociedade e merece o respeito e a admiração de todos, sem sombra de dúvida, é merecedor da homenagem”, finalizou o deputado.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Kauhê Prieto


    Imprimir