Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    07/03/2018

    Deputado Renato Câmara cobra implantação de hospital para tratar dependentes químicos em Dourados

    Deputado apresentou nesta quarta-feira indicações cobrando a construção de um hospital público especializado na recuperação de dependentes químicos e transtornos mentais e a reforma da cobertura do quartel do Corpo de Bombeiros em Dourados ©Toninho Souza
    Ciente da necessidade de se ampliar os investimentos e a capacidade de atendimento da pública de saúde em Dourados, o deputado estadual Renato Câmara (MDB) apresentou indicação na sessão ordinária desta quarta-feira (7) da Assembleia Legislativa, cobrando do governo do Estado a realização de estudos e, posteriormente, a alocação de recursos financeiros para viabilizar a construção de um hospital público especializado na recuperação de dependentes químicos e transtornos mentais no município.

    Conforme o deputado, a implantação da estrutura representaria um grande avanço para toda região, tendo em vista que Dourados é referência de atendimento para outros 33 municípios. Para se ter uma ideia, atualmente, o Caps AD (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas) atende por mês aproximadamente 400 pessoas no município. No local, chegam dezenas de pessoas através de encaminhamentos ou de forma espontânea em busca de acompanhamento psicológico, social, psiquiátrico, ocupacional e atendimento clínico.

    Ao justificar a solicitação, Renato Câmara lembrou que atualmente existem cinco centros de recuperação de dependentes químicos no município, porém, nenhum é gerido pela rede pública de saúde. “A construção de uma estrutura vai garantir acesso ao tratamento à população que não possui condições financeiras, atendendo uma demandas crescente de toda a região”, destacou o deputado.

    BOMBEIROS

    Na mesma sessão, Renato também apresentou indicação, solicitando ao Estado a reforma da cobertura do quartel do 2º GBM Corpo de Bombeiros Militar em Dourados. O deputado do MDB enfatizou que o quartel do 2º GBM foi inaugurado em 1976 e necessita de reforma em sua cobertura para melhor atender a população e garantir melhores condições de trabalho aos bombeiros.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Henrique de Matos


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS