Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    09/02/2018

    TCE-MS participa de reunião da Rede de Ouvidores do Estado

    © Divulgação
    O Coordenador da Ouvidoria do Tribunal de Contas do Estado, e atual secretário da Rede de Ouvidorias do MS, Álvaro Scriptore Filho, participou quinta-feira (08), da primeira reunião do comitê gestor da Rede de Ouvidorias de Mato Grosso do Sul. O encontro realizado na sala de reuniões da Santa Casa de Campo Grande teve a direção do atual presidente e ouvidor geral do hospital, Gilton Almeida. Na ocasião, Dr. Esacheu Nascimento, presidente da Santa Casa também participou da reunião dando boas-vindas aos presentes. 

    Na oportunidade, Gilton Almeida, fez a apresentação do calendário de Cursos de Certificação de Ouvidores da Controladoria Geral da União (CGU), a criação e implantação de Ouvidorias nos órgãos públicos para servir de canal de comunicação entre a população e os setores da área pública e, ainda, apresentou sobre a campanha junto aos meios de comunicação com a finalidade de divulgar a importância da ouvidoria seja na área pública e privada enquanto ferramenta de gestão. 

    Os representantes também discutiram que na Semana do Ouvidor, celebrada na segunda quinzena de março, será divulgada a atuação das ouvidorias, destacando o papel do ouvidor como mediador na resolução de conflitos ao agir com imparcialidade, confidencialidade e ética, ao adotar como instrumentos o diálogo, consenso e a auto composição. Além disso, os representantes debateram sobre a criação da Associação Brasileira de Ouvidores - Seccional (ABO/MS) e também sobre a organização do I Congresso de Ouvidorias do Centro Oeste. 

    Comitê Gestor - é composto por Gilton Almeida, presidente ouvidor geral; pela vice-presidente Cristiane Ferreira, ouvidora da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (AGEPAN); pelo secretário da Rede de Ouvidorias, Álvaro Scriptore Filho, representando a Ouvidoria do Tribunal de Contas de MS; Silasneiton Gonçalves, procurador de justiça e ouvidor do Ministério Público; Janaína Teodoro de Faria da Controladoria Geral da União (CGU), Renata Lara da ouvidoria geral do Estado de MS e Liane Santos do SEBRAE-MS. 

    Fonte: ASSECOM
    Por: Olga Mongenot/Santa Casa


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS