Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    18/02/2018

    Polícia encontra arma usada para matar comerciante durante assalto

    O revólver calibre 32 estava enterrado na casa de um adolescente, que acabou apreendido por porte de arma.

    A arma usada no crime estava escondida no casa do adolescente (Foto: Divulgação Choque)
    Um adolescente de 14 anos foi apreendido neste domingo (18) com a arma usada no roubo que resultou na morte do comerciante Paulo César Buchanelli, 47 anos, no dia 15 de fevereiro em Sidrolândia - a 71 quilômetros de Campo Grande. O jovem confessou à polícia que escondeu a arma a mandado do autor do crime, identificado como “Guimê”.

    A arma foi encontrada nesta madrugada por policiais do Batalhão de Choque em Sidrolândia. Conforme o registro policial, as investigações do crime apontaram que o revólver usado para matar o comerciante estava com um adolescente, que foi abordado ainda na noite de sábado (17) no Jardim Paraíso.

    Aos policiais, o adolescente confirmou que o latrocínio foi praticado por Wellesom Sanches Fragozo, 21 anos, conhecido como Pipoca e por “Guimê”, autor do disparo. Ele explicou que após o roubo foi procurado pelo suspeito e encarregado de esconder a arma e para isso, enterrou o revólver no quintal de casa.

    Diante do flagrante, o jovem apontou aos policiais o local exato onde havia escondido a arma e acabou apreendido por crime equivalente a posse ilegal de arma de fogo de uso permitido.

    Enquanto isso, a polícia segue as buscas por “Guimê”. Já Wellesom Sanches Fragozo, o Pipoca, foi preso na tarde de ontem em Bonito - a 257 quilômetros da Capital - após policiais do GOI (Grupo de Operações e Investigações) descobrirem sua localização e avisaram a Polícia Militar local.

    “Pipoca” estava no município desde o crime, escondido na casa de familiares. Ele foi abordado pelas equipes próximo a rodoviária da cidade, tentou fugir ao avistar e foi baleado no braço esquerdo. Na delegacia, confessou a participação no crime e informou que conduzia a motocicleta usada para fuga, uma Honda Titan vermelha, comprada um dia antes do crime.

    Desde sexta-feira (16) imagens de “Guimê” são divulgadas pela polícia na tentativa de localizar o suspeito. Imagens de câmeras de segurança gravaram o autor na Sorveteria Jeito Frio, um dos comércios da vítima, minutos antes do roubo.
    "Guimê" foi visto em um dos comércios da vítima minutos antes do crime
    O momento do crime também foi gravado e mostra o suspeito tentando arrancar o malote das mãos de comerciante. Ele tenta impedir que o dinheiro seja levado e acaba baleado. A gravação registra ainda “Guimê” fugindo do local com o malote e virando a esquina, onde a polícia suspeita que encontrou “Pipoca”.

    Crime - A vítima havia ido ao banco com malote depositar o dinheiro do Mercado Nutrimais, quando foi surpreendido pelos dois bandidos. Durante o roubo, Paulo César foi atingido com tiro no peito. Na sequência, os bandidos fugiram levando o malote. O comerciante chegou a ser socorrido para o Hospital Elmíria Silvério Barbosa, mas não resistiu.


    Fonte: campograndenews
    Por: Geisy Garnes


    Imprimir