Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    03/02/2018

    Justiça Eleitoral e Sejusp vão compartilhar dados do cadastro biométrico

    O acordo de cooperação técnica foi firmado sexta-feira no Tribunal Superior Eleitoral.

    Convênio foi assinado por Antonio Carlos, Gilmar Mendes e Tânia Borges.
    Os dados do cadastro biométrico serão compartilhados entre a Justiça Eleitoral e a Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública). O acordo de cooperação técnica de informações biométricas e biográficas dos eleitores de Mato Grosso do Sul foi firmando ontem (dia 2).

    O convênio foi assinado pelo presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, pela presidente do TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral), desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges, e pelo titular da Sejusp, Antonio Carlos Videira.

    Os dados biométricos e biográficos a serem compartilhados são: nome; filiação; naturalidade e data de nascimento; sexo; CPF; número do RG; óbito; indicação de irregularidades; fotografia da face; assinatura digitalizada; e impressões digitais dos dez dedos.

    Segundo Mendes, com o compartilhamento dos dados disponíveis nas secretarias de segurança dos Estados, será possível avançar no processo de biometria do eleitor e, talvez, até antecipar a meta da Justiça Eleitoral para que 100% do eleitorado brasileiro esteja apto a ser identificado pelas digitais, que é o ano de 2022.

    O acordo de cooperação terá a vigência de cinco anos. Em Campo Grande, o cadastramento biométrico é obrigatório.

    Fonte: campograndenews
    Por: Aline dos Santos


    Imprimir