Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    21/02/2018

    Deputado Márcio Fernandes busca recursos para melhorias na Saúde em diversos municípios de MS

    © Divulgação
    O Deputado Estadual Márcio Fernandes (PMDB) protocolou nesta terça-feira uma importante indicação à Secretaria Nacional de Governo para o incremento dos recursos repassados para o Programa de Atenção Básica em diversos municípios de Mato Grosso do Sul.

    Nesta etapa, devem ser atendidos os municípios de Três Lagoas, Nova Andradina, Costa Rica, Ponta Porã, Bela Vista, Guia Lopes da Laguna, Coronel Sapucaia, Sonora, Antônio João, Ribas do Rio Pardo e Miranda.

    A solicitação foi feita ao Ministro Carlos Marun devido à necessidade de melhorar o atendimento à saúde nos municípios. O recurso deve atender hospitais, postos de saúde, atendimento domiciliar e outros serviços de saúde. Segundo o deputado, mais municípios ainda devem ser atendidos nas próximas etapas, sendo que a ordem de cidades escolhidas se deve aos estudos de necessidade e viabilidade de atendimento, embora praticamente todas as cidades devam receber aporte de recursos, principalmente para a saúde.

    Algumas cidades que não receberam a indicação neste momento, devem receber ambulâncias, como é o caso de Dourados, Sidrolândia, Ivinhema, Naviraí, Deodápolis, Batayporã, São Gabriel do Oeste, Ladário e Brasilândia.

    Já no caso de cidades com maior necessidade neste momento, como Ribas do Rio Pardo, Miranda, Antônio João, Sonora e Ponta Porã, receberão a ambulância além do incremento de recursos.

    De acordo com o deputado Marcio Fernandes, a ação foi planejada após ouvir moradores e lideranças nos municípios e estudos para detectar as prioridades de cada região. “Cuidar da saúde do município é fundamental para promover a qualidade de vida e o bem-estar da população, por isso, estou buscando com o Ministro Marun esse recurso, e tenho certeza de que seremos atendidos o mais rápido possível, já que ele também conhece a necessidade de se investir na Saúde dessas cidades”, relatou o deputado.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Fernando Hassessian


    Imprimir