Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    24/01/2018

    ITAPORÃ| No município imóveis que colocam em risco a saúde pública serão notificados

    © Divulgação
    Com intuito de intensificar a guerra contra o mosquito Aedes Aegypt no município, a Prefeitura de Itaporã através da vigilância sanitária, irá notificar terrenos baldios que são considerados focos em potencial de doenças como dengue e chikungunya.

    Após os proprietários serem notificados,terão um prazo para efetuarem a limpeza dos imóveis, e caso não a faça, a Vigilância Sanitária irá encaminhar o fato para o Ministério Público.

    Segundo o gerente de saúde Dogmar Petek, essa atitude se faz necessária diante da gravidade que é a proliferação do mosquito, principalmente em período chuvoso, fato que coloca a saúde da população em risco, devido ao excesso de focos de proliferação de doenças endêmicas.

    “A infestação do mosquito transmissor da dengue é algo extremamente perigoso para a população. A Prefeitura tem feito a sua parte, mas é preciso que a população também faça a parte dela, mantendo seus imóveis livres de focos da doença. Muitas pessoas ainda desconhecem o perigo e deixam seus quintais vulneráveis, e a única alternativa é levar isto ao conhecimento das autoridades judiciais, para que sejam tomadas as devidas providências”, argumentou.

    Como os índices de infestação do Aedes aegypti têm sido uma preocupação constante, e a Gerência de Saúde do Município através do Departamento de Controle de Endemias (DECOE), da continuidade a uma grande corrente de conscientização, onde, toda a comunidade pode e deve participar de forma decisiva na prevenção deste mal.

    Por: Walter Ramos/Assecom


    Imprimir