Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    27/12/2017

    TRÊS LAGOAS| Secretaria de Educação matriculou 682 crianças a mais em 2017 em relação aos dois últimos anos

    Administração passou de 33 novas matrículas em 2015 e 2016 para 682 crianças a mais matriculadas em 2017

    © Divulgação
    Voltada totalmente para a qualidade da educação e a melhoria do índice de aprendizagem dos alunos, a Secretaria de Educação e Cultura de Três Lagoas fecha 2017 com saldo positivo. Segundo a equipe, o maior desafio administrativo este ano foi atender o maior número de crianças possível na faixa etária de zero a 03 anos, passando de 33 novas crianças matriculadas em 2015 e 2016 para 682 crianças em 2017. 

    “Esses dados demonstram o compromisso da atual gestão com o atendimento à criança de zero a 03 anos e demonstra o empenho de, em pouco tempo, cumprir a meta nacional de atendimento”, comemora a Secretária de Educação Maria Célia Medeiros.

    Para Maria Célia Medeiros, “o apoio e a sustentação financeira do prefeito Angelo Guerreiro foram essenciais para estabelecer a formação continuada dos profissionais da Rede Municipal de Ensino (REME) como uma das ações prioritárias de investimento e valorização do profissional do ensino no cumprimento da missão, da SEMEC”, ressalta a secretária.

    Matrículas

    Em 2015, 5.623 crianças foram matriculadas na Educação Infantil, 8.738 no Ensino Fundamental, totalizando 14.361 alunos matriculados. Já neste ano o número de matriculados alcançou 15.297 alunos, sendo 6.338 na Educação Infantil e 8.959 no Ensino Fundamental.

    Mais de 345 professores da Educação Infantil se capacitaram em 12 encontros de formação realizados durante todo o ano; 182 atendentes da Educação Infantil em 04 encontros; 15 professores do Ensino Fundamental I em 15 encontros e 64 professores do Ensino Fundamental II em 11 encontros; 203 profissionais que atuam na Educação Especial em 08 encontros; 81 especialistas/professores coordenadores em 12 encontros.

    Informatização

    Visando otimizar o sistema de matrículas para evitar a formação de filas nas escolas, a administração iniciou em janeiro a criação de uma Central de Matrícula na SEMEC. Com o sistema, pais e responsáveis foram atendidos em ambiente climatizado, com entretenimento para os filhos, sem filas e com distribuição de senhas.

    Segundo Maria Célia Medeiros, “buscamos este ano soluções para todos os desafios apresentados, em especial os entraves à humanização, e implementação de um sistema de gestão de ensino fez parte do conjunto de ações propostas no plano de governo da atual gestão municipal, criando instrumentos de gerenciamento que possibilite o monitoramento de todo o processo”, explica.

    Trinta e Seis Unidade Escolares passarão a contar com a informatização total dos dados escolares. “A ideia inicial era um projeto piloto com a informatização de apenas 03 unidades em 2018, porém, continuaríamos com os problemas de gestão de dados escolares”, explica. Atualmente, a SEMEC conta com o Sistema de Gestão Escolar (SIAE) e o SIAE – Matrícula Digital, cujo lançamento oficial foi em novembro deste ano, com a confirmação e realização das transferências dos alunos da própria unidade e as pré-matrículas de alunos novos.

    Novas Vagas

    O Gerenciamento da demanda pela Central de Matrícula e sistema Matrícula Digital possibilitou a SEMEC o levantamento de demanda de vagas de estudantes da própria REME para a pré-escola e 1º Ano do Ensino Fundamental. Segundo a equipe, inicialmente serão oferecidas 450 vagas sendo: 160 vagas para a Pré-Escola; 250 vagas para 1º Ano e 50 vagas para 2º Ano. Essas vagas estão destinadas a estudantes da REME de Unidades que não oferecem prosseguimento de estudos.

    O Programa de Reestruturação e Ampliação das Unidades Educacionais da Rede Municipal de Ensino (PROREME) reformará e ampliará 34 escolas e CEIs da Rede Municipal de Ensino de Três Lagoas. Até o ano de 2020 a Rede Municipal de Ensino (REME) de Três Lagoas passará por diversas melhorias na infraestrutura dos prédios que abrigam as escolas e os Centros de Educação Infantil (CEIs).

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS