Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    18/12/2017

    Governador lança e autoriza obras em três municípios de MS nesta segunda-feira

    No pacote, inauguração de reforma em escola e autorização de pavimentação

    Governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB) © Arquivo
    O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), lança e autoriza obras em Batayporã, Taquarussu e Angélica nesta segunda-feira (18).

    A primeira cidade visitada tem agenda a partir das 8 horas, conforme o governo estadual. Em Batayporã, Reinaldo visita obra de estação de esgoto, que vai permitir 248 ligações domiciliares de esgoto. Os investimentos são de R$ 4,7 milhões.

    Em seguida, o governador visita a reforma e construção de sala na Escola Estadual Braz Sinigáglia, que tem 66% da obra concluída e gastos de R$ 2,7 milhões.

    Às 8h50, será assinada a autorização para projeto de construção de ponte de concreto sobre o Rio Samambaia. O investimento é de R$ 1,6 milhão.

    Ainda de acordo com o Estado, em Taquarassu, o chefe do Executivo estadual descerra placa da obra de reforma, modernização e equipamentos do Hospital Sagrado Coração de Jesus. A agenda está prevista para 10h30.

    Foram aplicados R$ 827 mil, dos quais R$ 627 é do governo de MS e R$ 200 mil da prefeitura de lá.

    Na sequência, será descerrada a placa da obra do Centro de Educação Infantil Esmeraldo Carvalho Cunha. Também será feito o descerramento da placa de construção de quadra coberta na Escola Estadual Dr. Martinho Marques, cujos custos são de R$ 612 mil.

    Por volta das 11h15, Azambuja entrega pavimentação asfáltica no bairro José Martins Almeida, que custou R$ 1 milhão. Pavimentação de mesmo valor no bairro São Caetano será autorizada na mesma solenidade.

    O município de Angélica é o última agenda do dia no interior. Conforme o Estado, às 15h30, será entregue obra de pavimentação asfáltica da MS-274, que dá acesso à Usina Adecoagro, em uma extensão de 15 km. São R$ 16 milhões aplicados.

    Reinaldo assina ainda autorização para licitação de implantação de um reservatório metálico, cujos custos são de R$ 500 mil.

    Fonte: campograndenews
    Por: Mayara Bueno


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS