Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    19/11/2017

    Barcos naufragam em lago e sete pessoas são resgatadas pela PMA

    Vítimas corriam risco de afogamento

    Foto tirada pelos policiais após o resgate mostra água em movimento © PMA
    A Polícia Militar Ambiental (PMA) de Bataguassu resgatou na tarde de ontem, no lago da Usina Hidrelétrica Engenheiro Sérgio Motta, sete pessoas, entre elas cinco turistas e dois piloteiros, que corriam risco de afogamento. Os barcos que ocupavam naufragaram com a força da água, perto do aterro da ponte que passa sobre a rodovia BR-267. 

    De acordo com a polícia, testemunhas entraram em contato informando sobre as vítimas que teriam sido surpreendidas pelo temporal enquanto pescavam. As ondas formadas pelo vento eram fortes e as embarcações em que estavam tombaram, e estavam afundando. Apesar de estarem de coletes salva-vidas, o risco de afogamento era iminente.

    Quando a PMA chegou ao local, cinco pessoas estavam agarradas à defensa da ponte e do aterro, e duas ainda estavam dentro da água. Cinco turistas residentes em Pinhais (PR) e os dois piloteiros, residentes em Bataguassu, foram resgatados e levados para a pousada onde estavam hospedados no Distrito de Nova Porto XV, sem nenhuma lesão.

    A PMA alerta que a região do lago da Usina Sérgio Motta é perigosa, principalmente para pequenas embarcações, pois como a área de água é extensa e sem barreiras, ventos fortes levantam ondas altas e até embarcações maiores correm risco. Em abril de 2014, a PMA de Bataguassu resgatou cinco pescadores paulistas no mesmo local.

    Fonte: CE
    Por: RENAN NUCCI


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS