Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    24/11/2017

    Por intermédio de Eduardo Rocha, técnico da Energisa irá falar sobre o fornecimento de Bataguassu

    Vereadores da cidade se reuniram com representantes da empresa nessa quinta

    © Divulgação
    Após intermédio do deputado estadual Eduardo Rocha, três vereadores da cidade de Bataguassu, se reuniram com representantes da Energisa, na tarde dessa quinta-feira (23), para reivindicar melhorais no fornecimento.

    Ao final da reunião, ficou certo de que a empresa irá enviar um técnico até Bataguassu, no próximo dia 5 de dezembro, para que explique toda a situação do fornecimento e tire todas as dúvidas a quem possa interessar.

    Estiveram presentes os vereadores Marcio da Fonseca, presidente da Casa de Leis, Cleyton da Silva e o Pastor Alessandro da Silva. Eles foram recebidos pelo diretor presidente da Energisa, Marcelo Vinhaes e o diretor técnico e Comercial Paulo Roberto dos Santos. Também acompanhou a reunião, o assessor parlamentar Walmir Arantes, representando o deputado Eduardo Rocha.

    Na ocasião, os vereadores alegaram que Bataguassu é atendida pelo sistema de distribuição de 34.5 KV e que eles gostariam que fosse pelo sistema de 138 KV.

    Dessa forma, eles reivindicam que seja melhorado o fornecimento na cidade e que isso tem sido um empecilho para que indústrias se instalem no município e assim leve mais desenvolvimento em Bataguassu

    Na sequência, os representantes da Energisa, disseram e afirmaram que não existe essa indisponibilidade e que Bataguassu o sistema hoje fornecido na cidade da para dobrar a capacidade existente.

    O diretor presidente e diretor técnico da empresa de energia elétrica ainda enfatizaram que o que pode ocorrer no município é haver alguns casos pontuais e que isso será analisado.

    Com relação a palestra, a mesma será realizada na Câmara Municipal de Bataguassu, a partir das 18h, sob organização dos vereadores, que irão convidar os grandes consumidores e empresários, além de outros interessados.

    Também devem participar o prefeito da cidade, assim como seu secretariado. Vale ressaltar que o horário das 18h é o local, já que o município funciona no horário de São Paulo, o que significa que o evento será às 17h, horário da Capital Campo Grande.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS