Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    01/11/2017

    COXIM| Campanha de prevenção de câncer de boca convoca população para avaliação

    © Ilustração
    A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Coordenadoria de Saúde Bucal, está convocando pessoas que tenham irregularidades na boca para passar por triagem nas unidades de saúde até o dia 6 de novembro.

    A coordenadora de Saúde Bucal da Secretaria Municipal de Saúde, Thais Gondim, explica que as pessoas que tiverem lesões na boca que demoram a sarar, entre outros problemas, devem procurar as unidades de saúde para serem avaliadas.

    O Câncer de Boca afeta lábios e o interior da cavidade oral. Dentro da boca devem ser observados gengivas, mucosa jugal (bochechas) palato duro (céu da boca), língua (principalmente as bordas) e assoalho (região embaixo da língua).

    Informações do Instituto Nacional de Câncer (INCA), revelam que em 2013 mais de 5 mil pessoas morreram por essa causa, sendo 4.223 homens e 1.178 mulheres (2013).

    Muitos desses sinais e sintomas podem ser causados por outros tipos de câncer ou por doenças menos graves e benignas. Mas quanto mais cedo for feito o diagnóstico e iniciado o tratamento, maiores as chances de cura.

    Veja abaixo os sintomas que você deve ficar atento para prevenir um câncer de boca ou garganta:

    • Ferida na boca sem cicatrização (sintoma mais comum);
    • Dor na boca que não passa (também muito comum, mas em fases mais tardias);
    • Nódulo persistente ou espessamento na bochecha;
    • Área avermelhada ou esbranquiçada nas gengivas, língua, amídala ou revestimento da boca;
    • Irritação, dor na garganta ou sensação de que alguma coisa está presa ou entalada na garganta;
    • Dificuldade ou dor para mastigar ou engolir;
    • Dificuldade ou dor para mover a mandíbula ou a língua;
    • Inchaço da mandíbula que faz com que a dentadura ou prótese perca o encaixe ou incomode;
    • Dentes que ficam frouxos ou moles na gengiva ou dor em torno dos dentes ou mandíbula;
    • Mudanças persistentes na voz ou respiração ruidosa;
    • Caroços no pescoço;
    • Perda de peso;
    • Mau hálito persistente
    Fonte: ASSECOM
    Por: Fabio Pellegrini 


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS