Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    terça-feira, 7 de novembro de 2017

    Com 23 apoios para assumir no TCE, Kayatt já fala como ex-deputado

    Em entrevista ao site Campo Grande News nesta terça-feira, Flávio Kayatt já falou como ex-deputado sobre seu novo desafio no Tribunal de Contas (Foto: Leonardo Rocha)
    A leitura do comunicado oficial do Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul sobre a aposentadoria da conselheira Marisa Serrano no encerramento da sessão da Assembléia Legislativa, nesta terça-feira (7), foi marcada pela apresentação de um documento com 23 assinaturas de apoio à indicação do deputado Flávio Kayatt (PSDB) para assumir a vaga no TCE.

    Pelas regras, Kayatt só precisaria de oito assinaturas de apoio dos seus colegas deputados. Em entrevista ao site Campo Grande News, ele já falou como ex-deputado e até fez projeções sobre o seu novo desafio no Tribunal de Contas de Mato Grosso do Sul.

    “Agradeço o apoio dos colegas. Fui três vezes deputado estadual, prefeito de Ponta Porã em dois mandatos e me sinto com experiência em gestão pública, e preparado para assumir a vaga no Tribunal de Contas”, declarou Kayatt.

    Como destaque no seu final de mandato na Assembléia, Kayatt citou a relatoria da CPI da JBS, que acredita ter sido importante para esclarecer o descumprimento de compromissos da empresa em troca dos incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado.

    “Agora no TCE espero um ambiente diferente até pela diferença do serviço prestado em relação a Assembléia, e caso se confirme o meu nome, vou buscar conhecimento para saber como a Casa funciona”, disse o deputado.

    Segundo ele, um dos seus objetivos no Tribunal de Contas será ajudar os prefeitos na parte de contratos e licitações.

    “Hoje a tecnologia já está muito avançada e no futuro toda essa parte de licitação e contrato será online, sem necessidade de papel, e qualquer tipo de erro vai ser corrigido já no começo no processo”, avaliou ele.

    Sobre a indicação do secretário estadual de Fazenda, Márcio Monteiro, pelo governador Reinaldo Azambuja, para ocupar a outra vaga no TCE, deixado por José Ricardo Cabral, o deputado Flávio Kayatt afirmou que se trata de um grande reforço. “O Márcio é um companheiro de primeira hora, tem experiência administrativa e uma bela história na vida pública”, ressaltou.

    Fonte: campograndenews
    por: Paulo Nonato de Souza e Leonardo Rocha


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS