Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    15/11/2017

    Marun visita Puccinelli na cadeia e diz: "ele é uma rocha"; leia a nota

    Deputado foi ao Centro de Triagem e comentou que André 'é uma rocha'

    Carlos Marun, que está no 'feriadão' que Congresso tem nesta semana, veio a Campo Grande © Paulo Ribas
    O deputado federal Carlos Marun (PMDB) foi o primeiro a visitar André Puccinelli no Centro de Triagem, na manhã de hoje, em Campo Grande. Ele acompanhou o advogado do ex-governador, Renê Siufi.

    "Ele disse que está sendo bem tratado, mas ele está inconformado com a prisão. Ele está comendo bem, ele é uma rocha", disse Marun ao Correio do Estado.

    Essa não é a primeira vez que Marun faz visitas a políticos acusados de corrupção. "Visitei Cunha ano passado. Tenho essa prerrogativa de entrar e sair de presídio a hora que eu quiser. Espero não ter que visitar André mais vezes. Penso que vamos passar por isso. André deve responder em liberdade", completou.

    De acordo com o advogado, Puccinelli está um pouco abatido, mas tranquilo e confiante. "Ele está com o filho e mais outros 17 presos na cela. Não tem privilégio nenhum. Está firme e esperamos que amanhã (quinta) podemos ter alguma novidade no processo", disse.

    André Puccinelli e o filho dele, André Puccinelli Junior, foram presos preventivamente no âmbito da 5ª fase da Operação Lama Asfáltica, denominada Papiros de Lama. Além deles, Jodascil Gonçalves Lopes e João Paulo Caves também foram presos, mas por força de mandado de prisão temporária (prazo de cinco dias).

    Por serem advogados, Jodascil Lopes e João Paulo estão detidos em cela especial. O filho do ex-governador também tinha esse benefício, mas abdicou da prerrogativa para permanecer com o pai.

    CONVENÇÃO PMDB

    Marcada para sábado (18), quando Puccinelli tomaria posse da presidência estadual do partido, a convenção do PMDB deve ser debatida após o feriado, conforme explicou o deputado federal.

    "Vamos avaliar amanhã, na reunião que será 11h30. Vamos decidir juntos, com presidência e outros membros se adiamos ou se mantemos a convenção. Mochi é bom candidato, sim. Depende das circunstâncias. André é bom para a guerra e Mochi é bom para a paz. André certamente não vai se tornar inelegível esse ano. Ele não está descartado", comentou.

    A quinta fase da Operação Lama Asfáltica, intitulada Papiros de Lama, investiga a organização criminosa que desviou recursos públicos por meio do direcionamento de licitações públicas, superfaturamento de obras públicas, aquisição fictícia ou ilícita de produtos, financiamento de atividades privadas sem relação com a atividade-fim de empresas estatais, concessão de créditos tributários com vistas ao recebimento de propina e corrupção de agentes públicos.

    Esta nova fase da investigação decorre da análise dos materiais apreendidos em fases anteriores. Também foram realizadas fiscalizações, exames periciais e diligências, somada à delação premiada de Ivanildo da Cunha Miranda, que era operador de André Puccinelli para receber o dinheiro de propina.

    NOTA DE MARUN

    "Visitei pela manhã o ex-governador André Puccinelli. Sei que serei criticado, ofendido e até ridicularizado por esquerdopatas e imbecis de toda a ordem. Mas eu sou assim.

    A vergonha que tenho na cara não me permite abandonar companheiros feridos. E além disto, eu entro e saio de presídios a hora que eu quiser. Ele está dividindo espaço com outros 18 presos.

    É chocante ver um homem que tanto fez pelo MS nesta situação. Todavia, ele está sendo tratado com respeito e não faz reparos quanto a isto. Agradeceu as inúmeras manifestações de solidariedade que está recebendo, especialmente via redes sociais.

    Mantem-se indignado com a prisão, haja visto que não foi sequer denunciado até hoje. Destaco que a simples palavra de um delator nada significa. Ou ela vem acompanhada de provas ou cabe a polícia obtê-las.

    Da minha parte estou convicto de que não estão presentes os requisitos que autorizam a prisão preventiva e espero para os próximos dias sua soltura para que ele possa se defender em liberdade."

    Fonte: CE
    Por: LEANDRO ABREU E IZABELA JORNADA


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS