Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    08/10/2017

    Jovem é encontrado decapitado em Campo Grande; 2º caso em uma semana

    Essa pode ser a 4ª vítima da guerra entre facções de MS, somente em 2017

    © Divulgação
    Um segundo jovem, em apenas 7 dias, foi encontrado decapitado na noite deste sábado (7), no Indubrasil, em Campo Grande. Identificado, em princípio, como Rudnei Silva, o jovem pode ter sido a 4ª vítima da guerra entre facções em Mato Grosso do Sul, só em 2017.

    Em uma foto recebida pelo Jornal Midiamax, o corpo da vítima aparece enrolado em um cobertor e com a cabeça separada do corpo. Não há informações das causas, mas a crueldade do assassinato se assemelha a execuções praticadas por facções criminosas.

    O caso foi atendido pelo 1º Batalhão de Polícia Militar e encaminhado a Polícia Civil.
    7 dias atrás

    Leoni de Moura Custódio, de 18 anos, foi encontrado carbonizado e sem a cabeça no aterro sanitário de Campo Grande, no último dia 29 de setembro. A vítima ficou desaparecida por dois dias e durante o registro do sumiço na Polícia Civil, o pai recebeu a informação do achado do corpo.

    A confirmação do exame de DNA saiu na última terça-feira (3) e o sepultamento na quinta-feira (5). A vítima que morava no Assentamento Monjolinho, em Anastácio, estava a passeio na casa do pai, no Bairro Canguru.

    O caso é investigado pela 3ª Delegacia de Polícia Civil e o delegado Geraldo Marin acredita que o jovem pode ter sido vítima de alguma facção, devido a crueldade da execução.

    Fonte: Midiamax
    Por: Danielle Valentim


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS