Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 4 de outubro de 2017

    ExpoBrahman 2017 evidencia evolução genética da raça no Brasil

    © Divulgação
    A ExpoBrahman 2017 (Exposição Internacional da Raça Brahman) terminou sua 13ª edição com a definição dos grandes vencedores do julgamento de pista. O evento ocorreu de 25 de setembro a 1º de outubro no Parque Fernando Costa, em Uberaba/MG, e teve a participação de cerca de 120 animais. As disputas concentraram-se entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro. A expositora Mary Lúcia Gomes Cardoso, da Fazenda Braúnas II (Funilândia/MG), conquistou no domingo (01/10) os dois maiores troféus do julgamento de pista. Ela levou o título de Grande Campeão com Mister BR 77 1392 e de Grande Campeã com a fêmea Miss BR 77 1158 FIV.

    Já o expositor Alexandre C. Ferreira, da Fazenda Brahman Vitória (Araçatuba/SP), comemorou o tricampeonato na competição Brahman a Campo, encerrada no sábado (30/09). A Grande Campeã foi Miss Vitória 4140 e o Grande Campeão Mister Vitória 4545. “O Brahman a Campo é o evento do futuro, pois consegue mostrar a realidade da pecuária brasileira, que é a seleção a campo, sem artificialismos. Essa conquista do tricampeonato indica que estamos na direção certa desse trabalho.”, comemora Ferreira, que implantou o Brahman a Campo quando presidiu a ACBB (Associação dos Criadores Brahman do Brasil), em 2015.

    A definição dos grandes campeões das duas competições ficou a cargo do jurado Gustavo Pádua Queiroz Miziara. Segundo ele, a ExpoBrahman 2017 evidenciou a evolução da raça, principalmente em relação à características como aprumos e umbigo. “Além do excelente padrão racial, os machos que entraram na pista da ExpoBrahhman mostraram grande qualidade do aparelho reprodutivo, com muita correção para bainha e prepúcio, e também dos aprumos. Essas são características que vêm sendo aprimoradas pelos criadores desde a importação dos primeiros exemplares de Brahman, em 1994. Outro ponto positivo foi em relação ao grande volume de carcaça dos animais. Essa evolução só confirma que o Brahman é uma raça que tem muito a contribuir para a pecuária de corte comercial.”, destaca o jurado.

    Em relação aos exemplares que concorreram no Brahman a Campo, Gustavo Miziara destaca a padronização dos exemplares da disputa, cuja proposta é valorizar seleções dentro da realidade da pecuária brasileira, que é a criação a pasto. “Quando a raça chegou ao Brasil, tínhamos exemplares com grande volume de carcaça, mas sem padronização racial. Hoje, a realidade é outra. O rebanho brasileiro de Brahman tem um excelente padrão racial e ainda continua apresentando volume de carcaça. São animais que vêm se provando a campo, com condições de contribuir muito para a pecuária de corte nacional.”, finaliza o jurado, que pela primeira vez atuou na ExpoBrahman, mas trabalha há mais de dez anos com a seleção da raça no país.

    Novas DEPs- Durante a final do julgamento do Brahman a Campo, o superintendente técnico-adjunto de Melhoramento Genético da ABCZ (Associação Brasileira dos Criadores de Zebu),Henrique Ventura, falou sobre a inclusão de duas novas DEPs para a raça Brahman que serão desenvolvidas pelo PMGZ (Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos): Peso ao Nascer e Umbigo.

    Leilão 

    A ExpoBrahman também contou com um remate oficial, o Leilão Virtual Brahman Prosperar, ocorrido no dia 29 de setembro. Foram comercializados 26 lotes, sendo 12 de fêmeas e 14 de touros. A média de machos ficou em R$ 7.850,00 e a de fêmeas R$ 5.165,00. O lote mais valorizado da noite foi um touro vendido pelo criador Rogério Stein (Brahman Xagu) por R$ 33.000,00. O comprador foi Guilherme e Lucas Leiva. A fêmea mais valorizada do leilão saiu por R$ 10.200,00, tendo a Portobello como vendedora e Rogério Stein como comprador. "O mercado está sempre aberto a produtos de alta qualidade. O leilão da ExpoBrahman mostrou que o mercado está se adaptando e que uma retomada da pecuária está eminente. O Brahman, raça adequada para o cruzamento industrial em qualquer estado do Brasil, tem um mercado grande e promissor, com muito crescimento a ser consolidado.", ressalta Rogério Stein.

    O maior comprador do Leilão Prosperar foi Charles Wanderley Maia (Brahman do Araguaia), que adquiriu sete lotes. A Prosperar foi a responsável pela captação e seleção dos animais ofertados, também por toda organização e promoção do leilão, junto com o Canal do Boi e a Central Leilões. “A união dos criadores foi fundamental para a realização deste evento, que teve grande participação dos associados, média positiva e comercializou genética Brahman de alta qualidade. Vamos manter essa parceria com a ACBB para os próximos eventos.”, diz Emílio Poubel, diretor da empresa Prosperar.

    Parceria com o Senar

    Os criatórios da raça Brahman poderão capacitar suas equipes de trabalho via Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural). A ACBB firmou durante a ExpoBrahman 2017 parceria com a entidade para que seus associados tenham acesso a quase 300 cursos oferecidos. O gerente regional do Senar Minas, Flávio Henrique Silveira, aproveitou a solenidade de anúncio da parceria para explicar como a entidade atua. Os cursos são totalmente gratuitos e ocorrem em situações reais de trabalho, dentro das propriedades rurais dos criadores. “Anualmente, o Senar Minas capacita cerca de 200 mil pessoas nas mais diversas áreas. Estamos atentos às novas demandas para oferecer cursos dentro das necessidades do setor. Por isso, realizamos essa parceria com a ACBB para que mais profissionais possam ser capacitados.”, informa Silveira.

    Segundo ele, os criadores interessados em ter um curso do Senar realizado em suas propriedades devem procurar o Sindicato Rural do seu município para fazer a solicitação.

    Os primeiros profissionais que atuam em criatórios da raça capacitados pelo Senar Minas foram os tratadores da ExpoBrahman 2017. Eles participaram de minicurso sobre o uso de equipamentos e protocolos de sanidade do gado no dia 27 de setembro. Foram oito horas de treinamento teórico e prático, cujas aulas foram conduzidas pelo instrutor do Senar Minas e médico veterinário, José Soté da Silva. Os tratadores aprenderam como utilizar corretamente equipamentos e protocolos de sanidade do gado, dentre eles a forma indicada de aplicação da vacina contra a febre aftosa, a esterilização de agulhas e administração de medicamentos. Eles ainda aprenderam na prática como preparar e aplicar a vacina no animal.

    Segundo o instrutor do Senar Minas, a capacitação de mão de obra em relação ao manejo sanitário precisa ser constante na fazenda, pois falhas na sanidade interferem na produtividade do rebanho. “Esse tipo de prejuízo só pode ser evitado com treinamento da mão de obra. É preciso capacitar tanto para os cuidados básicos, como aplicação de vacinas, cuidado com bezerros e com vacas gestantes, quanto para procedimentos mais específicos de cada sistema pecuário.”, diz Silva. De acordo com ele, as maiores dúvidas dos tratadores foram em relação ao local de aplicação da vacina para não resultar em abcesso.

    Embaixador internacional

    Para promover uma integração entre criadores de Brahman da América Latina, a ACBB acaba de instituir o cargo de Embaixador Internacional da Raça Brahman. “Este embaixador será sempre um estudante de Ciências Agrárias que curse faculdade no Brasil e que possa atuar como uma ponte entre a ACBB, os profissionais em formação e seu país de origem, facilitando assim o intercâmbio de informações e de genética.”, diz o presidente da ACBB, Adalberto Cardoso.

    O primeiro a ocupar o cargo é Rodrigo Paz Sevilha, da Bolívia. Ele foi empossado no dia 28 de setembro, durante a ExpoBrahman 2017. “É de suma importância estabelecer relações entre os países latino-americanos, pois o Brasil é uma referência em seleção de zebu e conta com uma genética de qualidade capaz de ajudar outros países a desenvolver uma pecuária eficiente.”, destaca Sevilha. Segundo a ACBB, a cada dois anos um novo embaixador será empossado.

    Brahman Jovem

    Um dos setores de melhor desempenho na economia nacional, o agronegócio está de olho nas futuras gerações de profissionais para garantir mão de obra qualidade para os próximos anos. É o que já trabalha a ACBB, que realizou durante a ExpoBrahman o projeto “Brahman Jovem” com a participação de estudantes de Ciências Agrárias. Eles foram capacitados em relação ao melhoramento genético, à raça Brahman e à postura profissional.

    O representante da ABCZ Jovem, João Machado Prata Neto, falou sobre o objetivo do grupo, que é formar novas lideranças para o setor e gestores modernos, mobilizar as novas gerações para constantes capacitações, mudar a percepção da sociedade em relação ao setor. Os estudantes também tiveram a oportunidade de participar de um minicurso de oratória.

    Um bate-papo com criadores da raça Brahman sobre tendências de mercado e sistema de seleção da raça finalizou o evento. O criador Charles Maia alertou sobre a necessidade de os futuros profissionais buscarem também capacitação na área de gestão e finanças. “Hoje a pecuária exige que os profissionais do setor tenham uma visão sobre gestão de negócios. Não adianta apenas pensar em dados zootécnicos sem associar aos custos e viabilidade do negócio. Rentabilidade é a palavra-chave para o sucesso nos negócios e nem sempre os profissionais do campo estão preparados para auxiliar o criador neste quesito.”, diz Maia.

    O criador de Brahman, Andres Sobalvarro, da Cabanha Libra, explicou o sistema de criação da propriedade, totalmente a pasto. “Realizamos uma pressão de seleção a pasto para produzir com eficiência nos cerrados e nos trópicos, e dedicamos muito tempo a cada indivíduo para formar um plantel diferenciado. A raça Brahman é muito dócil, ainda assim mantemos consultorias anuais sobre manejo e bem-estar bovino com os melhores profissionais do ramo. Os resultados obtidos com estas técnicas são altos índice de prenhez, maior ganho de peso, melhor conversão alimentar, e melhora a integração bovino – ser humano.”, assegura Sobalvarro.

    Crescendo com o Brahman 

    Já para as crianças e adolescentes, a ACBB realizou mais uma edição do projeto “Crescendo com o Brahman”. Participaram estudantes de instituições de ensino de Uberaba/MG. “Acredito que essa é uma inciativa que pode na prática trazer os alunos e jovens profissionais para bem perto da realidade da nossa pecuária. Os jovens não apenas têm o contato com os animais da raça como tem oportunidade de entender o que estes animais representam para a pecuária brasileira, ou seja, são estes que elevam a qualidade genética do rebanho de base. Cada ano essas iniciativas devem se fortalecer, pois unir a prática ao cotidiano da propriedade ou de uma feira faz com que o aluno absorva mais conhecimento.”, assegura a gerente do Centro de Referência da Pecuária Brasileira Zebu, Aryanna Sangiovani, que ministrou palestra sobre o zebu brasileiro e uma aula prática sobre a raça Brahman.

    O Brahman Jovem e o Crescendo com o Brahman foram uma realização da ACBB com apoio da ABCZ Jovem, ABCZ e Museu do Zebu. 

    Avaliação para CAR 

    A médica veterinária, Giovanna Faria de Moraes, apresentou durante a ExpoBrahman a avaliação genética para CAR (Consumo Alimentar Residual) com base em dados fenotípicos e genealógicos dos animais pertencentes ao rebanho Uberbrahman. Com a avaliação genética, foi possível identificar as melhores linhagens da raça para utilização eficiente do alimento. Segundo Giovanna, a avaliação consiste em estimar parâmetros genéticos, identificar e selecionar os animais geneticamente superiores para CAR. Dessa forma, é possível multiplicá‑los por meio de cruzamentos direcionados e assim aumentar a frequência de genes relacionados à maior eficiência alimentar.

    Nessa etapa, as DEPs para CAR foram processadas intrarebanho, para uma matriz de parentesco de 2328 animais. Os líderes do ranking formado para CAR são também animais positivos nas provas de desempenho.

    O projeto lançado há oito anos pela fazenda recebeu o nome de Futurity. A visão dos titulares e técnicos envolvidos neste projeto é que o equilíbrio entre adaptação e desempenho nos avanços genéticos deve nortear a gestão das atividades. O objetivo é fomentar a rentabilidade de quem utiliza essa genética melhorada, entregando um produto final de excelente qualidade.

    Homenagem

    A Comenda Amauri Dimarzio, criada em 2016 para homenagear profissionais e criadores da raça Brahman, foi entregue durante a ExpoBrahman 2017. O presidente da ACBB (Associação dos Criadores de Brahman do Brasil), Adalberto Cardoso, concedeu a Comenda a oito personalidades. São eles: Andrés Sobalvarro, Charles Maia, Emílio Poubel, Márcio Pohl, Matheus Ladeia Coelho, Paulo Roberto de Oliveira, Paulo Sérgio Scatolin e Rogério Francisco Stein.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Larissa Vieira


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS