Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quinta-feira, 19 de outubro de 2017

    Dr. Zelik, médico que atende indígenas recebe título de ‘Comendador’

    © Divulgação
    O pediatra Dr. Zelik Trajber, que há 16 anos trabalha com indígenas da região de Dourados pela Missão Evangélica Caiuá, será condecorado com o grau de Comendador em evento a ser realizado pelo Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região.

    Humanista, o Dr. Zelik entende que “é preciso que o médico faça uma convivência e aceite as comunidades. O médico, não o índio, precisa aceitar a diferença cultural. Não adianta chegar com sua sabedoria. Não há receita médica que sirva.”

    Dentro dessa visão, compreende e explica a importância da alteridade e exemplifica a utilização da reza como acompanhamento no tratamento dos pacientes indígenas: “É um momento de reza dentro da forma que entendem o processo saúde-doença. Com a reza, busca-se fazer o equilíbrio do corpo. A nossa medicina é uma forma complementar para eles, e a deles é complementar para a nossa. A gente precisa integrar os dois saberes.”

    Entre os profissionais que trabalham com o Dr. Zelik é unanimidade sua capacidade como profissional e companheiro de equipe e poderia ser descrito por todos nas palavras do técnico de enfermagem Léoson M. Silva: "Se houvesse uma palavra que pudesse defini-lo, eu diria PROFESSOR...Agradeço a Deus por sua vida, me ensinou muito até agora, me deu visão, palavras, atitudes em frente as diversas formas de discriminação, descaso e outras injustiças. Um obrigado seria pouco pra expressar toda minha gratidão, que Deus o ilumine sempre.”

    Pela sua atuação como profissional médico no trabalho na Missão Caiuá e sua incansável luta pelo respeito e valorização dos indígenas foi indicado e será condecorado Comendador pelo presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 24ª Região e Grão-Mestre do Conselho da Ordem Guaicurus do Mérito Judiciário do Trabalho, desembargador João de Deus Gomes de Souza.

    Serviço

    O evento será realizado na sexta-feira, 20 de outubro às 19 horas na Sala de Sessões do Tribunal Pleno do TRT – 24ª Região.

    Rua Delegado Carlos Roberto Bastos de Oliveira, 208, Jardim Veraneio, Parque dos Poderes, Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

    Sobre a Missão

    A Missão Evangélica Caiuá é uma agência missionária que atua entre os indígenas, criada em 28 de agosto de 1928, fruto do sonho de Albert Maxwell. Iniciou dedicando especial atenção aos índios da região de Dourados (MS), da tribo Kaiowá, quando deparou-se com a difícil situação daquele povo, composto, em sua maioria, por crianças e mulheres, que trabalhavam na colheita do mate.

    Realiza trabalhos assistenciais nas tribos indígenas do país, com vistas a melhor qualidade de vida e atua, hoje, com todas as etnias em diversos Estados do Brasil e do Paraguai. É reconhecida como utilidade pública municipal, estadual e federal.

    A entidade desenvolve trabalho constante na área da saúde e mantém, através de convênio com o SUS (Sistema Único de Saúde), um hospital para atendimento exclusivo ao índio – Hospital e Maternidade Porta da Esperança, fundado em março de 1963, e a Unidade de Tuberculose, que teve início em março de 1980, além de uma pediatria que faz parte do Projeto Fome Zero, para tratar de crianças desnutridas. Assiste também a saúde da população indígena em diversos Estados através de um convênio com a SESAI (Secretaria Especial de Saúde Indígena), órgão pertencente ao Ministério da Saúde.

    Fonte: ASSECOM
    Por: Dirceu Martins


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS