Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    domingo, 29 de outubro de 2017

    Com nocaute brutal, Brunson "apaga" Lyoto na luta principal do UFC SP

    Brasileiro sofre terceiro revés consecutivo, enquanto americano consegue segundo nocaute seguido no primeiro assalto

    Derek Brunson vence Lyoto Machida com nocaute rápido pelo peso-médio do UFC São Paulo
    O cartaz do evento anunciava o retorno do Dragão. O ginásio do Ibirapuera vibrou com a entrada de Lyoto Machida no octógono, após cumprir suspensão de 18 meses por doping. O cenário era propício para o brasileiro retomar o caminho das vitórias, mas esqueceram de avisar Derek Brunson. Impiedoso, ele nocauteou o rival em apenas 2m30s do primeiro round e impôs o terceiro resultado negativo seguido ao dono da casa.
    A postura respeitosa em relação a Lyoto contrastou com a de Colby Covington, que venceu a luta anterior contra Demian Maia e ofendeu o Brasil e os brasileiros. Com isso, Brunson recebeu aplausos do público antes de lançar o desafio a Luke Rockhold.

    - Lyoto sempre será Lyoto. Ele pode perder o gás, o timing, mas nunca as habilidades. É muito bom vencer uma lenda como ele. Eu esperei para entrar no tempo certo. Cadê você, Luke Rockhold? Eu estou aqui para lutar com você - declarou.

    Derek Brunson comemora a vitória por nocaute sobre Lyoto Machida no UFC São Paulo (Foto: Getty Images)

    A luta

    Normalmente agressivo e, por vezes, precipitado, Brunson começou com a mesma postura de respeitar o jogo do rival que teve quando enfrentou Anderson Silva. Tranquilo, Lyoto esquivou da primeira investida e conectou o contragolpe. Parecia que o Dragão levaria o americano para dentro do seu jogo, mas um cruzado de esquerda fez Machida ir ao solo e levar mais uma sequência de socos até a interrupção do árbitro central.

    Por Marcelo Barone, Raphael Marinho e Zeca Azevedo, Direto de São Paulo


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS