Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    25/10/2017

    Azambuja vai sugerir a Temer criação de fundo para segurança na fronteira

    Segundo Reinaldo, não adianta combater o tráfico nos morros do Rio de Janeiro ou nas grandes cidades, senão tiver uma fiscalização efetiva nas fronteiras

    Reinaldo viaja amanhã para evento sobre segurança pública, em Rio Branco, no Acre (Foto: Leonardo Rocha)
    O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), participa amanhã (26) em Rio Branco, no Acre, de evento sobre segurança pública com a presença do presidente Michel Temer (PMDB) e de todos os governadores de Estados que fazem fronteira com outros Países. 

    Na ocasião, o governador vai aproveitar para pedir ao presidente aumento de efetivo na fronteira com Paraguai e Bolívia e a criação de um Fundo Nacional de Segurança. Também estarão presentes no evento a presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, e a procuradora-geral da República, Raquel Dodge.

    “Vou pedir o fechamento das fronteiras com a atuação mais efetiva da Polícia Federal em conjunto com as estaduais. Além das Forças Armadas, se for necessário, para blindar as fronteiras brasileiras para coibir a entrada de drogas e amas no País”, disse.

    Segundo Reinaldo, não adianta combater o tráfico nos morros do Rio de Janeiro ou nas grandes cidades, senão tiver uma fiscalização efetiva nas fronteiras. “Vai ser uma reunião ampla sobre segurança. Esse fundo, em termo de recurso, vai ajudar nas fiscalização”, destacou o governador durante lançamento da Semana Estadual de Ciências e Tecnologias, na manhã desta quarta-feira (25), no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo.

    Mato Grosso do Sul faz fronteira com Paraguai e Bolívia e são incontáveis os acessos livres entre os dois países por estradas, trilhas e matas.

    Fonte: campograndenews
    por: Viviane Oliveira e Leonardo Rocha


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS