Campo Grande (MS),

  • LEIA TAMBÉM

    quarta-feira, 18 de outubro de 2017

    APARECIDA DO TABOADO| Audiência pública prestou contas da Saúde no município

    Márcio Garcia Galdino, secretário de Saúde, apresentou os dados durante a audiência © Divulgação
    A Prefeitura de Aparecida do Taboado realizou audiência pública para prestação de contas dos serviços prestados e recursos dispendidos durante o ano de 2017 na área da Saúde.

    Os dados são fornecidos pela Secretaria Municipal de Saúde e a audiência pública ocorreu nesta terça-feira, 17, às 15h (BR), na Câmara Municipal de Vereadores.

    O secretário de Saúde, Márcio Garcia Galdino, apresentou a abrangência da Rede Básica de Saúde; os atendimentos, principais procedimentos e administração de medicamento; e o número de viagens realizadas com transporte de pacientes para tratamento em outros municípios.

    Neste ano, até o momento, foram realizados 28.337 atendimentos nas unidades de ESF (Estratégia de Saúde da Família). Destes, 3.045 foram na ESF Jardim do Lago; 3.956 na ESF Vila Barbosa; 5.307 na ESF São Jerônimo; 5.070 na ESF Jardim das Flores; 5.436 na ESF Vila Pereira; e 5.523 na ESF Central. Destes atendimentos, foram realizados 96.917 procedimentos, tendo sido feitas 15.704 consultas médicas em Atenção Básica.

    Na Farmácia Participativa foram distribuídos 1.380.482 comprimidos, sendo disponibilizados 428.942 psicotrópicos (medicamentos que atuam no sistema nervoso); 218.815 antihipertensivos; 120.620 medicamentos considerados protetores gástricos; 31.776 anticoncepcionais; e 63.600 vitaminas.

    Outro serviço essencial é o transporte de pacientes para tratamento em outros municípios. Foram contabilizadas 1.454 viagens, tendo transportado 6.384 pessoas. Um total de 535.590 km rodados.

    Os procedimentos também foram significativos nas unidades de atendimento da Atenção Básica. Ao contabilizar todas as unidades, foram registrados 272.183 procedimentos; uma média de 34.022 por mês.

    Na Unidade Básica de Saúde Manoel Rodrigues da Silva foram feitos 15.846 procedimentos; no CAPS (Centro de Atenção Psicossocial) realizaram 1.268 procedimentos; no CEDIT (Centro de Especialidade, Diagnóstico, Imagem e Terapia) totalizaram 10.658 procedimentos; no CEO (Centro de Especialidades Odontológicas) realizaram 2.081 procedimentos; na Central de Regulação atenderam 4.326 procedimentos; e na FESAT (Fundação Estatal de Saúde) foram 97.206 atendimentos. O Controle de Vetores realizou 42.751 visitas a imóveis; a Vigilância Sanitária, 517 visitas e na Vigilância Epidemiológica 61.

    As informações são referentes ao segundo quadrimestre do ano, o que corresponde de janeiro a agosto de 2017.

    Fonte: ASSECOM


    Imprimir

    RECENTES

    POLÍTICA

    CONCURSOS